Notícias / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Downey Jr. promete 'nude' de Ruffalo a eleitor

Sábado, 24/09/2016, 19:06:28 - Atualizado em 24/09/2016, 20:00:42 Ver comentário(s) A- A+

Downey Jr. promete 'nude' de Ruffalo a eleitor (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Para quem quiser um "nude" do ator Mark Ruffalo, basta votar no dia 8 de novembro. Preferencialmente, contra Donald Trump.

É a barganha eleitoral proposta por uma coalizão de celebridades que inclui Robert Downey Jr., Scarlett Johansson, Julianne Moore, James Franco, Neil Patrick Harris, Don Cheadle e o próprio Ruffalo.

Martin Sheen, que foi o presidente dos EUA na série "The West Wing", também se juntou ao grupo.

A trupe se reuniu em vídeo dirigido por Joss Whedon, diretor da franquia "Os Vingadores", na qual atuam Downey Jr., Johansson e Ruffalo.

Whedon lançou nesta semana o PAC (comitê de ação política) "Save the Day" (salve o dia), "dedicada à ideia de que votar é um ato necessário e heroico".

O time estelar ressalta a importância de se registrar para votar nos EUA, onde ir às urnas não é obrigatório, como no Brasil. Não há menções aos presidenciáveis Donald Trump (republicano) e Hillary Clinton (democrata), mas o engajamento contra o empresário é escancarado.

A certa altura, Johansson mostra o polegar para baixo e segura um cartaz onde se lê "você está demitido", o mesmo bordão que Trump usava para dispensar participantes no reality "O Aprendiz".

Leslie Odom Jr., famoso no país por interpretar o vice-presidente vilanesco Aaron Burr no musical "Hamilton", questiona: "Você quer dar [o controle das] armas nucleares para um homem cuja marca é 'firing' [verbo que, em inglês, serve para demitir e disparar]?".

Ainda sem menções diretas, Cheadle descreve um "covarde abusivo e covarde que pode permanentemente prejudicar a liga da nossa sociedade".

Mais para o fim do vídeo, artistas prometem em tom jocoso que, se os espectadores votarem em massa, Ruffalo ficará pelado no próximo filme. "O Mark vai colocar o pênis para fora", assegura Downey Jr.

O Hulk de "Vingadores", que defendeu Bernie Sanders contra Hillary durante todas as prévias democratas, parece surpreso: "O quê? Achei que eles deveriam votar porque é importante".

Whedon disse ao site BuzzFeed que quase nenhum ator se opôs a seu convite para o vídeo. O objetivo, afirmou, é "deter o 'Muppet Hitler' laranja".

(FolhaPress)

Leia também:

Comentários