Notícias / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Massagem tailandesa: saúde e religião

Domingo, 21/02/2016, 10:16:21 - Atualizado em 21/02/2016, 10:16:21 Ver comentário(s) A- A+

Massagem tailandesa: saúde e religião (Foto: Divulgação)
Casa de massagem tailandesa: técnica terapêutica milenar é popular no país (Foto: Divulgação)

É só falar em massagem tailandesa que muita gente pensa logo em algo erótico. Mas não se engane: a despeito da confusão que causa no Ocidente e do uso que algumas casas voltadas para turistas podem fazer da tradicional técnica de terapia do país, a massagem tailandesa está muito mais associada à religião do que ao sexo. A thai massagem é praticada há cerca de 2.500 anos. Nela, mais do que relaxamento, há um alongamento do corpo.

O terapeuta usa cotovelos, joelhos e as palmas das mãos e dos pés. E para isso pode ter de ficar de pé sobre o paciente, que fica deitado em uma espécie de tatame. Os tailandeses acreditam que a massagem libera a energia e previne doenças. Para quem deseja uma versão mais leve, há modalidades com óleos para os pés e pernas e também massagens específicas para as costas.

Nas ilhas tailandesas ou nas cidades, as casas de massagens estão por toda parte. É possível fazer a massagem em spas de luxo, a 900 baths (cerca de R$ 100) por 1 hora e meia. Pode-se também pagar até um terço desse preço em templos budistas e casas mais simples - ou até mesmo em cadeiras expostas nas ruas, nas feirinhas de artesanato. Depois de um dia na praia ou rodando pelo emocionante trânsito de Bangcoc, a bordo de um tradicional táxi tuk tuk, nada melhor do que se entregar a essa maravilhosa terapia

(Rita Soares/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários