Notícias / Elas

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Estudo sugere ligação entre consumo de adoçantes e ganho de peso

Segunda-Feira, 17/07/2017, 18:00:02 - Atualizado em 17/07/2017, 18:00:02 Ver comentário(s) A- A+

Estudo sugere ligação entre consumo de adoçantes e ganho de peso (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Os adoçantes podem parecer uma boa opção para manter a ingestão de calorias baixa e não ganhar peso, não é? No entanto, um novo estudo publicado no Canadian Medical Association Journal sugere o contrário.

Os pesquisadores analisaram 37 estudos sobre edulcorantes artificiais e acompanharam mais de 400 mil pessoas por cerca de 10 anos para confirmar se, de fato, eram de fato uma alternativa bem sucedida para o controle de peso.

De acordo com os resultados analisados, os adoçantes não pareciam ajudar as pessoas a perder peso. Em vez disso, as pesquisas que analisaram o consumo do produto ao longo do tempo sugeriram que as pessoas que o ingeriam regularmente – uma ou mais bebidas ou alimentos adoçados artificialmente por dia – apresentavam maior risco para problemas de saúde como ganho de peso, obesidade, diabetes e doenças cardíacas. Segundo Meghan Azad, autora do estudo citado, a suposição de que zero calorias representam zero danos é equivocada.

Veja também: O que é melhor para emagrecer: adoçante ou açúcar?

No entanto, ainda não há provas de que adoçantes realmente causam danos. Os estudos observacionais que ligam os edulcorantes a problemas de saúde não comprovam que os próprios sejam responsáveis diretos pelos males. Outros fatores podem confundir a relação é o fato de que as pessoas que usam mais adoçantes também podem consumir mais alimentos processados, que também estão ligados à obesidade e outros problemas de saúde.

Alguns pesquisadores especulam que os edulcorantes interferem no microbioma dos indivíduos, coleção de bactérias intestinais cruciais para a absorção de nutrientes. Além disso, há também a possibilidade das substâncias do adoçante interferirem nos mecanismos do organismo para metabolizar o açúcar e causarem maior desejo de consumo de carboidratos e doces.

Até agora, as pesquisas não produziram respostas definitivas, mas é importante lembrarmos que tudo deve ser consumido com moderação e que devemos sempre preferir alimentos em sua forma natural.


Fonte: Boa Forma Abril



Conteúdo Relacionado:



Comentários