Notícias / Concursos e Empregos

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Seis dicas de estudo para o concurso da Susipe

Sábado, 13/01/2018, 12:31:46 - Atualizado em 13/01/2018, 12:31:46 Ver comentário(s) A- A+

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) divulgou edital para concurso para preenchimento de 969 vagas, a ser realizado com provas elaboradas pela Assessoria em Organização de Concursos Público (AOCP). As inscrições seguem abertas até dia 5 de fevereiro, por meio do www.aocp.com.br, com taxa de inscrição de R$ 69, para nível médio e R$ 79, para nível superior. 

A remuneração inicial é de R$ 1.599,20 (nível médio), exceto para o cargo de agente prisional, com ganho de R$ 2.435,10, e para nível superior pode chegar a R$ 3.636,72. Também há vagas para Assistente Administrativo, Assistente de Informática, Eletricista, Técnico em Enfermagem, Técnico de Administração e Finanças (Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis e Estatística), Técnico em Gestão Penitenciária (Biomedicina, Enfermagem, Medicina, Médico Psiquiatra, Odontologia, Pedagogo, Especialista em Educação, Psicologia e Serviço Social) e Técnico em Gestão de Infraestrutura (Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Técnico em Gestão de Informática. 

NOVIDADE

A novidade é a exigência da carteira de habilitação C ou D para o cargo de agente prisional. De acordo com o professor Petrônio Castro, diretor do cursinho Exemplo, a exigência deixou muitos concurseiros surpresos. “Algo que temos notado é o estranhamento quanto à exigência da carteira de habilitação do tipo D ou E, para dirigir caminhão e carreta. É que uma das atribuições desse concursado é realizar o transporte dos presos”. 

O professor orienta que os concurseiros que forem realizar o certame se preparem pelas disciplinas básicas, como as de português e de conteúdo administrativo. “Ainda é possível estudar para passar, mas é preciso se dedicar”, diz.

ORIENTAÇÕES

1- Avaliar, selecionar e resolver exercícios das provas mais recentes aplicadas pela Assessoria em Organização de Concursos Público (AOCP).

2- Em relação à prova teórica, prestar atenção na língua portuguesa. Além da parte de interpretação. A AOCP costuma colocar questões de normas gramaticais

3- Como para todos os cargos tem teste físico, é bom que o candidato esteja em dia com os exercícios físicos

4- Ainda dá tempo de fazer cursinho, mas é preciso estudar pelo menos quatro horas em casa 

5- Utilizar dos recursos on-line, pagos ou de canais abertos. De graça é possível achar no YouTube, mas cuidado para não estudar conteúdo desatualizado, como as legislações 

6- É preciso descansar, mas não pode se sabotar. Tem de ter rotina e ritmo e focar no momento. E, na hora que for estudar, estar realmente concentrado. (Fonte: Professor Petrônio Castro)

ETAPAS

O concurso será realizado por etapas, como prova objetiva/discursiva, avaliação psicológica, exame médico, prova de aptidão física, avaliação de títulos, investigação de antecedentes pessoais e curso de formação profissional. As provas objetivas e discursivas serão aplicadas nas datas prováveis de 11 e 18 de março de 2018, conforme o edital.

(Diário do Pará)







Comentários