Notícias / Concursos & Empregos

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Dicas de estudo nesta reta final de preparação para o Enem

Quarta-Feira, 13/09/2017, 07:50:40 - Atualizado em 13/09/2017, 07:50:40 Ver comentário(s) A- A+

Dicas de estudo nesta reta final de preparação para o Enem (Foto: Mauro Ângelo/Diário do Pará)
As estudantes Giovana Ganzer e Wanda Maria Pires se preparam para tentar vagas em medicina. (Foto: Mauro Ângelo/Diário do Pará)

Com a proximidade da aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – marcadas para os dias 5 e 12 de novembro -, a rotina de estudo de muitos candidatos se intensifica para dar conta de garantir a preparação. Dentre as estratégias utilizadas para se sair bem no exame que garante o acesso à maioria das universidades públicas, estão o desenvolvimento de técnicas de leitura e a realização de exercícios.

De olho em uma vaga no curso de medicina, a estudante Giovana Ganzer, 18 anos, desenvolveu uma estratégia diferente este ano. Ela lembra que está tentando uma vaga no curso pela 3ª vez e, agora, resolveu apostar na resolução de exercícios como forma de se preparar para o exame. “Estou refazendo as provas antigas do Enem. Nessa reta final, a minha ideia é intensificar ainda mais e revisar o conteúdo”.

Além do cursinho pré-vestibular que frequenta todas as manhãs, Giovana ainda se dedica a outros três cursos específicos três tardes por semana: redação, natureza e matemática. “Nos dias em que eu tenho os cursos específicos à tarde eu estudo mais 3 horas em casa. Nos dias em que só tenho aula de manhã, o tempo de estudo em casa chega a umas 5 horas”.

Também com o objetivo de cursar medicina, a estudante Wanda Maria Pires, 22, mantém uma intensa rotina de estudos. Além do cursinho preparatório durante a manhã, ela estuda cerca de 6 horas no período da tarde. “Eu faço muito exercício e, antes de resolvê-los, eu procuro revisar o conteúdo”. Esta será a 1ª vez que Wanda tentará uma vaga em medicina. Ela já cursava o 7º semestre de direito quando decidiu voltar a fazer o Enem. Em meio a toda a preparação, ela tenta conter o nervosismo. “Quando comecei a fazer cursinho, confirmei que o que eu quero realmente é cursar medicina. Então, o nervosismo é grande.” 

BANCAS

Dentre os fatores que têm causado certa tensão entre os que estão se preparando para o Enem está a mudança da banca organizadora da prova. Durante 10 anos, o Cespe/UNB foi responsável pela elaboração do exame e, em 2017, este trabalho ficou a cargo de um consórcio formado pela Cesgranrio, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Fundação Vunesp.

(Cintia Magno/Diário do Pará)





Comentários