Notícias / Círio

ATO DE FÉ

Castanhalenses caminham a Belém pelo 34º ano

Quinta-Feira, 11/10/2018, 08:03:49 - Atualizado em 11/10/2018, 08:33:46 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Castanhalenses caminham a Belém pelo 34º ano (Foto: Arquivo Pessoal)
Mais de 500 romeiros saíram da Cidade Modelo em uma caminhada de cerca de 70 quilômetros (Foto: Arquivo Pessoal)

Logo às 6h30 de ontem, centenas de pessoas já se encontravam concentradas na Praça da Matriz, no bairro Centro de Castanhal, região nordeste do Pará. Eles aguardavam a missa, para depois seguirem rumo a Belém. Às 7h30, cerca de 500 romeiros partiram à pé para a capital.

O trajeto iniciou na avenida Barão do Rio Branco e, já no distrito de Apeú, os fiéis continuaram a caminhada pela rodovia BR-316. “Pretendemos chegar na quinta-feira (hoje) ainda pela manhã, se possível às 8h30”, disse o professor Nazareno Abraçado, um dos organizadores do ato de fé.

Romeiros de Castanhal caminham pela BR-316 nesta quinta (11)

A caminhada começou há 34 anos com um castanhalense conhecido carinhosamente na cidade como Zé Bode, que já é falecido. Ele caminhava carregando uma cruz de madeira e, a cada ano, aumentava o peso. Ao passar dos anos, a caminhada da fé foi ganhando centenas de seguidores. “É muito emocionante! A fé por Nossa Senhora de Nazaré é muito forte, é de arrepiar!”, disse o tenente-coronel Bastos, ex-comandante do Corpo de Bombeiros de Castanhal, que atualmente está à frente da Defesa Civil da cidade.

Os romeiros são acompanhados por policiais militares, bombeiros membros da cruz vermelha e policiais rodoviários federais. Outras pessoas ajudam doando água, frutas e refeições no meio da viagem.

Longo desafio: Ciclistas saem hoje de Bragança ao encontro de Nossa Senhora de Nazaré

Um grupo de ciclismo que desenvolve trabalho social sairá hoje de Bragança, nordeste do Estado, para Belém, para passar o Círio, como fazem tantas equipes de vários municípios paraenses. A previsão de chegada é para a manhã desta sexta-feira, em um trajeto de cerca de 220 km.

Augusto César Monteiro, 28, é o líder do grupo Estrida Bike, fundado há cinco anos, no bairro do Alto Paraíso, em Bragança, com o objetivo de estimular o ciclismo entre os adolescentes, como forma de combate ao envolvimento com o mundo do crime. “Antes éramos apenas eu e meus familiares, quando fomos a primeira vez para Belém de bicicleta, passar o Círio, há 13 anos. O grupo se consolidou e há cinco anos resolvemos nos engajar no envolvimento com adolescentes”.

Este ano, 15 novos integrantes vão compor a comitiva da Estrida Bike, de Bragança para Belém, incluindo pessoas de 18 a 72 anos. Eles sairão à tarde e passarão a noite na estrada, com algumas paradas em pontos já combinados antecipadamente.

(Tiago Silva e José Clemente Schwartz/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL