Notícias / Brasil

DENUNCIADO

Malafaia vira réu por esquema ilícito na 'Marcha para Jesus'

Segunda-Feira, 28/01/2019, 23:04:11 - Atualizado em 28/01/2019, 23:04:11 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Malafaia vira réu por esquema ilícito na 'Marcha para Jesus' (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O pastor Silas Malafaia virou réu em uma ação judicial que lhe acusa de improbidade administrativa. O ex- prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, também é denunciado pelo Ministério Público na mesma ação.

Segundo a denúncia, a prefeitura aplicou, sem licitação, R$ 1,6 milhão no evento religioso “Marcha Para Jesus”, em 2012.

Nessa quinta-feira (24), foi divulgada a decisão de 10 de janeiro da juíza Mirela Erbisti, da 3ª Vara de Fazenda Pública do Rio, que recebeu a acusação feita pelo Ministério Público.

Sobre Malafaia a juíza declarou:“teria se locupletado com o evento, eis que era presidente e representante legal da Comerj, esta a beneficiária direta do ato ímprobo”. “Promovendo seu nome pessoal e a associação, concorreu ainda para o gasto aparentemente irregular do município”.

O pastor Silas Malafaia mostrou-se indignado com a decisão da juíza, e disse se tratar de uma “perseguição religiosa”. Segundo o pastor, a verba só foi liberada depois que a programação do evento foi apresentada, que a Marcha Para Jesus foi realizada para promover a paz e que todos os documentos e notas do evento foram apresentados.

Malafaia informou ainda que a qualquer momento irá publicar um vídeo em suas redes sociais explicando que está sendo vítima de perseguição contra a Marcha para Jesus, pois a Juíza não aceita que o evento seja patrocinado pela prefeitura.

(Fonte: UOL)

 





Comentários

Destaques no DOL