Notícias / Brasil

NOMEAÇÃO

Funcionária que disparou mensagens no WhatsApp na campanha de Bolsonaro ganha cargo

Sexta-Feira, 18/01/2019, 11:22:09 - Atualizado em 18/01/2019, 12:32:39 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Funcionária que disparou mensagens no WhatsApp na campanha de Bolsonaro ganha cargo (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A funcionária da agência de comunicação, Taíse de Almeida Feijó, que contratou disparos de mensagens de Whatsapp na campanha presidencial de Jair Bolsonaro (PSL).

A nomeação da funcionária foi feita no Diário Oficial da União (DOU), na última segunda-feira (14). De acordo com a Folha de S. Paulo, Taíse integrará o gabinete do secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e deve receber um salário de cerca de R$ 10,3 mil. 

Taíse Feijó era funcionária da agência de comunicação AM4 Inteligência Digital, contratada pelo PSL para a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro.

As empresas de comunicação compraram disparos de mensagens em massa contra o PT no WhatsApp. Essa prática é considerada ilegal e está sendo investigada pela Polícia Federal (PF). Segundo o 'UOL', tanto a campanha do PT quanto a de Bolsonaro usou este tipo de serviço. 

Um dos sócios da empresa AM4, Marcos Aurélio Carvalho, também foi nomeado em novembro do ano passado para a equipe de transição. Ele foi considerado o "marqueteiro" da campanha do militar.

Leia Mais:

(Com informações do Notícias Ao Minuto)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL