Notícias / Brasil

INVESTIGAÇÃO

Polícia investiga se jovem morta após terminar namoro sofreu estupro coletivo

Segunda-Feira, 03/12/2018, 10:41:30 - Atualizado em 03/12/2018, 12:06:51 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Polícia investiga se jovem morta após terminar namoro sofreu estupro coletivo (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de São Paulo está investigando se a jovem Luana Maciel dos Santos de 16 anos, foi vítima de estupro coletivo antes de ser assassinada a facadas em Apiaí, no interior de São Paulo. O ex-namorado da estudante é o principal suspeito do crime, o pedreiro Josemar de Paula Siqueira, de 33 anos, que está preso.

Dois comparsas que tiveram a participação no crime ainda não foram encontrados e nem identificados. O fato aconteceu na residência da irmã da vítima. A jovem foi encontrada nua na cama, já sem vida, com varias perfurações no pescoço. Manchas de sangue foram encontradas pela cozinha e outros cômodos do imóvel, indicando luta corporal. Toda a residencia foi periciada.

O laudo do Instituto Médico Legal confirmou que Luana foi vítima de estupro anal. Já o inquérito das investigações deve ser finalizado ainda nesta segunda-feira 3, para ser encaminhado ao Ministério Público.

Pouco antes do crime, a estudante estava na companhia de um rapaz em um bar quando foi vista pelo ex-namorado. De acordo com as informações da polícia, Luana e Josemar chegaram a conversar, porém seguiram rumos diferentes.

A Luana retornou para a casa da irmã, onde estava vivendo desde quando terminou do pedreiro. A PM ainda afirma que Foi a própria irmã da vitima quem encontrou o corpo ao voltar para casa. Policiais que atenderam a ocorrência foram avisados por testemunhas de que o ex-namorado da adolescente foi visto com a vítima antes de ela ser encontrada morta.

(Com informações do Istoé)





Comentários

Destaques no DOL