Notícias / Brasil

ASSASSINATO

Após morar em Ananindeua, brasileiro é linchado e enforcado na Bolívia

Quarta-Feira, 21/11/2018, 14:53:04 - Atualizado em 21/11/2018, 16:09:03 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Após morar em Ananindeua, brasileiro é linchado e enforcado na Bolívia (Foto: Reprodução/Vídeo)
(Foto: Reprodução/Vídeo)

Natural de Santana, no Amapá, Vinícius Chagas Maciel, de 32 anos, foi linchado e enforcado por várias pessoas após cobrar a dívida de um casal na cidade de San Julián, na Bolívia. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram a vítima se explicando para os bolivianos que não era assaltantes e estava apenas cobrando uma dívida.

O crime aconteceu na noite da última segunda-feira (19) quando pessoas ouviram o grito de uma mulher pedindo ajuda, alegando que ela e o marido estavam sendo assaltados por Vinícius. Foi então que uma multidão se reuniu para prendê-lo e deram início a uma sessão de agressões, que culminaram em sua morte.

O caso será investigado para esclarecer se o brasileiro estava mesmo cobrando um pagamento ou assaltando.

Em contato com o DOL na tarde desta quarta-feira (21), pessoas próximas da vítima deram mais informações sobre o perfil dele. “Ele morava há um ano nessa cidade [San Juán]. A família dele é de Santana, no Amapá. Ele morou um tempo aqui em Ananindeua e casou com uma vizinha minha, teve até uma filha que tá com 6 anos”, contou uma vizinha, que pediu para não ser identificada.

Nas redes sociais, perfis de pessoas que moram em Belém e região metropolitana lamentaram a morte do rapaz:

Vídeo abaixo mostra Vinícius “negociando” a própria vida com seus algozes, afirmando que não estava roubando:

(Com informações do Exame)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL