Notícias / Brasil

AMBIENTALISTA

Parlamentares criticam fusão de ministério do Meio Ambiente e Agricultura

Quarta-Feira, 31/10/2018, 19:42:02 - Atualizado em 31/10/2018, 19:58:20 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Parlamentares criticam fusão de ministério do Meio Ambiente e Agricultura (Foto: Wilson Dias/ABr)
(Foto: Wilson Dias/ABr)
Deputados da bancada ambientalista criticaram nesta quarta-feira (31) a proposta de fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente pelo governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

"Vamos tomar todas as medidas legislativas e judiciais possíveis e necessárias para evitar esse enorme retrocesso", afirmou o coordenador da frente parlamentar ambientalista, Alessandro Molon (PSB-RJ).

Não só parlamentares de esquerda se posicionaram contra a junção das pastas. O ex-ministro do Meio Ambiente do governo de Michel Temer, Sarney Filho (PV-MA), afirmou que a medida seria prejudicial também para o agronegócio.

"Essa proposta é uma verdadeira tragédia não só para o Brasil, mas para o mundo. Essa proposta desconhece a biodiversidade do país mais diverso do mundo, desconhece o papel do Brasil no combate ao aquecimento global que bate à porta de todo mundo, também desconhece que o próprio agronegócio vai ser prejudicado, porque os nossos concorrentes vão usar esse argumento", afirmou.

A fusão não é unânime nem na bancada ruralista, que teme ter que lidar com temas fora de sua alçada (como a questão do lixo e do esgoto nas cidades) caso a pasta do Meio Ambiente seja extinta.
(Folhapress)





Comentários

Destaques no DOL