Notícias / Brasil

FOI DENUNCIADO

Professor que usou questão homofóbica na prova é demitido

Sexta-Feira, 29/06/2018, 19:48:56 - Atualizado em 29/06/2018, 19:48:56 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Professor que usou questão homofóbica na prova é demitido (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Após desenvolver uma questão na prova com teor homofóbico, o médico e professor Antônio Moraes Filho foi demitido da Universidade de Rio Verde (Unirv), em Goiás, na última quarta-feira (27).

Ele aplicou uma prova para 67 estudantes do curso de medicina na disciplina de clínica cirúrgica e uma das questões tinha o seguinte enunciado: “Paciente Davi, de 24 anos, estava com abscesso na nádega “e seu noivo serelepe, ao ver aquele quadro horrendo ficou tresloucado e furou o abscesso com espinho de limoeiro em um movimento rodopiante de bailarino, imitando um beija-flor.”

JUSTIFICATIVA

Ao ser denunciado pelos próprios alunos, Antônio disse inicialmente que foi um erro da secretária que tem, mas depois voltou atrás e assumiu a falha, pedindo desculpas. O docente trabalhava há três anos na instituição.

Ele disse também que não é homofóbico e chamou o caso de ‘mal entendido’: “Assim que o diretor entrou em contato comigo sobre a polêmica eu já havia me retratado com a turma, com os coordenadores e todo o corpo docente. Assumi responsabilidade e coloquei meu cargo à disposição”.

A Unirv informou, por meio de nota, que demitiu o professor e repudia veemente a atitude dele. Destacaram também que “esse comportamento isolado não reflete o pensamento da instituição”.

(Com informações do portal UOL Educação)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL