Notícias / Brasil

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Michel Temer visita o Pará nesta quinta-feira

Quarta-Feira, 13/09/2017, 22:03:58 - Atualizado em 13/09/2017, 22:15:19 Ver comentário(s) A- A+

Michel Temer visita o Pará nesta quinta-feira (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O presidente da República, Michel Temer, chega nesta quinta (14) ao município de São Geraldo do Araguaia, no Sul do Pará, onde assina a ordem de serviço para construção da ponte sobre o Rio Araguaia, que irá ligar os municípios de Xambioá, no Tocantins, e São Geraldo do Araguaia, no Pará, na BR-153. A construção da ponte é um sonho antigo de moradores e produtores da região e do estado vizinho.

Acompanham o presidente na comitiva os ministros da Integração Nacional, Helder Barbalho e dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella. “É um momento histórico para o nosso Estado. A ponte promove a união pelo crescimento da economia do Pará e vai contribuir de maneira significativa para a melhoria de vida da nossa população. Valeu a pena todo o nosso empenho, toda a nossa luta”, comemora o ministro Helder Barbalho, que teve participação decisiva para que a obra fosse colocada na agenda do governo federal.

A obra vai interligar as malhas viárias federais dos dois estados, e está orçada em R$ 160 milhões. A ponte terá 1.724 metros de extensão. A travessia hoje é feita por balsas, no local que é considerado um dos pontos de maior fluxo de entrada e saída de mercadorias do estado do Pará, dado a proximidade geográfica da fronteira paraense, para a rodovia Belém-Brasília.

Estão agendadas duas solenidades, uma no lado paraense e outra no lado tocantinense com a participação do presidente Michel Temer. A primeira acontece as 11 horas, às margens do Araguaia no município de Xambioá, em território tocantinense. Em São Geraldo do Araguaia a assinatura está prevista para acontecer às 14 horas.

Helder Barbalho informou que o início da obra só foi possível graças à soma de esforços das bancadas federais de ambos os estados para alocar recursos e fazer a obra figurar no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Dos R$ 160 milhões previstos para a obra, R$ 100 milhões foram garantidos sendo que R$ 100 milhões foram garantidos no orçamento de 2016 via emenda destinada pelas bancadas federais do Pará e do Tocantins. As ementas foram feitas em caráter impositivo.

“Estamos todos muito felizes por termos contribuído para a chegada deste momento histórico. É um sonho que vai se materializando, com a ligação com a vizinha Xambioá e o aumento do fluxo de transporte de carga e viagem de veículos menores, contribuindo para a economia local”, comemorou o deputado estadual João Chamon (PMDB-PA), que esteve em várias ocasiões em Brasília para pressionar o governo federal para dar início à obra.

“Estou feliz, porque essa é sem dúvida uma grande notícia para os povos do Pará e Tocantins, principalmente os moradores de São Geraldo, que sempre sonharam com essa integração entre as duas cidades”, destacou a deputada federal Júlia Marinho (PSC-PA).

“Em breve, a população da região deixará de utilizar balsas para a travessia deste trecho. Isso melhorará a logística de escoamento da produção local e regional”, afirmou o ministro dos Transportes, Maurício Quintella.

(Luiza Mello/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:



Comentários