Notícias / Brasil

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Avião com jogadores da Chapecoense cai e mata 71

Terça-Feira, 29/11/2016, 07:05:36 - Atualizado em 11/12/2016, 21:15:55 Ver comentário(s) A- A+

Avião com jogadores da Chapecoense  cai e mata 71 (Foto: reprodução/Twitter)
(Foto: reprodução/Twitter)

A polícia de Medellín confirmou a morte de 71 pessoas no acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense na madrugada desta terça-feira (29), na cidade de La Unión, próximo de Medellín, na Colômbia.

A informação é do general José Acevedo Ossa, responsável pelo resgate. A lista de vítimas e sobreviventes foi divulgada horas depois

Segundo Ossa, inicialmente somente 6 pessoas haviam sobrevivido à tragédia, mas o boletim oficial divulgou o nome de apenas 5 sobreviventes.

Três deles são jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, além dos goleiros Danilo e Follmann.

As informações foram divulgadas por hospitais da região e familiares dos jogadores. 

 

ALGUNS PASSAGEIROS NÃO EMBARCARAM

Alguns atletas da Chapecoense não embarcaram com a delegação. A lista inclui os jogadores Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima, que não estavam sendo aproveitados pelo treinador Caio Júnior.

O goleiro Nivaldo é o mais antigo do elenco e está no grupo desde que a equipe estava na Série D.

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, também não estava no voo, embora estivesse na lista como convidado do clube para a viagem à Colômbia.

Outros dois integrantes da lista, Rodrigo Ernesto e Pablo Castro, também não estavam na aeronave. Ambos são responsáveis pela logística do time e chegaram à Colômbia antes para receber o time.

O prefeito de La Ceja, município próximo ao local da tragédia, por sua vez, confirmou a localização de 25 corpos, além dos 5 sobreviventes, nas primeiras horas de resgate.

"Há cinco pessoas resgatadas e 25 cadáveres identificados em uma zona de acesso muito difícil", afirmou Osorio.

 

AVIÃO SUPORTAVA ATÉ 95 PASSAGEIROS

No voo estava previsto o embarque de 81 pessoas, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes. No total, 48 pertenciam à delegação da Chapecoense, 21 jornalistas e três convidados, além da tripulação.

O modelo do avião envolvido no acidente era o Avro Regional Jet 85, também conhecido como Jumbolino, de matrícula CP-2933, produzido pela British Aerospacee com capacidade para 95 pessoas.

Antes de desaparecer dos radares, o avião voava em círculos.

(Com informações de UOL)

Leia também:

Comentários