Missa de Diamantino reúne familiares

Sexta-Feira, 13/09/2013, 08:25:00 - Atualizado em 13/09/2013, 08:25:00

Tamanho da fonte: A- A+

Vestidos de branco, amigos e familiares de José Francisco Diamantino, presidente do Grupo Revemar, participaram da missa de sétimo dia do empresário, realizada na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, às 19h30 de ontem. “O amor, o respeito, e a admiração não conhecem a barreira da separação”, era a mensagem que lia-se nas camisas e no semblante dos presentes.

Iniciada com a “Oração pela família”, a celebração lotou a Basílica Santuário e emocionou os amigos, funcionários e familiares. No evangelho, a leitura do livro de João lembrou como Jesus é um pastor que cuida de suas ovelhas. No sermão, o padre diferenciou o conceito de morte com o real sentido da palavra. “O homem foi a última criatura feita por Deus. O ser humano, o próprio nome já diz, é finito, mas temos a mania equivocada de pensar que a finitude está ligada à morte, ela está ligada à vida”, disse.

O padre ressaltou ainda que o homem não foi feito para morrer, foi feito para ser eterno, mas sucumbiu ao pecado. E, na esperança da ressurreição, os presentes na igreja oraram por José Francisco Diamantino, morto no sábado (7), vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O empresário ainda passou por cirurgia de emergência em um hospital particular de Goiânia (GO), mas não resistiu. A Prefeitura de Marabá, município onde o empresário paulista morava, decretou luto oficial de três dias. Diamantino era apaixonado por agropecuária e era dono de uma das vacas mais caras do país, que, caso vendida, pode chegar a R$ 8 milhões.

(Diário do Pará)

Leia também:



Seja o primeiro a comentar. Clique aqui!

Sem Comentários

Mais de Pará

Leia mais notícias de Pará. Clique aqui!

EDIÇÃO ELETRÔNICA