Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Parque Antônio Danúbio está em situação precária

Segunda-Feira, 16/03/2015, 02:31:54 - Atualizado em 16/03/2015, 02:31:54 Ver comentário(s) A- A+

Parque Antônio Danúbio está em situação precária  (Foto: Daniel Costa)
Situação do Parque Ambiental Antônio Danúbio é de abandono (Foto: Daniel Costa)

Inaugurado em 2010, o Parque Ambiental Antônio Danúbio, localizado na BR-316, em Ananindeua, deveria estar aberto ao público de segunda a sábado pelos períodos da manhã e tarde, mas, segundo moradores das proximidades, ele está fechado.

À primeira vista, quem passa em frente ao parque tem a impressão que ele está com as portas fechadas, contudo estavam apenas encostadas. Sem seguranças ou guardas no local, a idosa Léa dos Santos entrou no parque após saber que os netos haviam entrado no local para brincar.

Olhando pelo lado de fora, a aparência de abandono é grande. A placa de identificação do Parque Ambiental já está apagada, o muro está pichado e o lago está tomado pelo mato e troncos de árvore secos caídos.

As luminárias estão quebradas. Segundo o taxista Paulo Souza, à noite o local fica na penumbra. “Fica muito escuro aqui na frente quando é noite, as pessoas passam aí na frente mais apressadas, com medo”, disse.

A reportagem esteve no local no horário em que o Parque Ambiental deveria estar aberto, mas os portões estavam, aparentemente, fechados. Do lado de dentro, logo na entrada, não havia qualquer segurança tomando conta do local e a guarita virou depósito de entulho. O brinquedo está com a estrutura tomada pela ferrugem.

Segundo Léa dos Santos, que é moradora das proximidades, o local está fechado para visitação há dois anos. “Deveria ter um vigia aqui, o prefeito deveria colocar uma grade maior nessas partes. É um perigo para as crianças. Como isso aqui está fechado, as crianças de uma escola aqui perto costumam vir para cá depois da aula e não tem alguém que vigie essas crianças”, contou.

Ainda segundo a idosa, se o Parque Ambiental voltasse a funcionar, a comunidade poderia voltar a usufruir do espaço. “Eu poderia estar me exercitando aqui, tenho 67 anos, caminho mais de 7km pelo parque do Utinga, tenho que ir para Belém para fazer a minha caminhada. Mas se aqui fosse aberto iria me ajudar muito”, disse.

SUJEIRA

O chalé onde deveria funcionar a Coordenação de Educação Ambiental está cheio de sujeira e teias de aranha. O piso em madeira e as janelas de vidro estão quebrados.

Em uma das salas, livros sobre a Amazônia estão abandonados, alguns pelo chão e inclusive, servindo de apoiador para manter em pé a estante dos livros. A sala da administração estava fechada.

Em nota, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), gestora do espaço, afirmou que “o sistema de segurança no Parque Antônio Danúbio é feito pelos próprios funcionários contratados como vigia, que fazem a ronda, com revezamento de horário” e disse que o parque não está fechado e que é aberto ao público, de segunda a sábado, de 8h às 18h.

(Diário do Pará)

 

Leia também:

Comentários