Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Funcionários do Banpará comemoram conquistas

Sábado, 19/10/2013, 09:11:48 - Atualizado em 19/10/2013, 10:18:00 Ver comentário(s) A- A+

Depois de 30 dias em greve, funcionários do Banpará voltam ao trabalho nesta segunda-feira (21). A categoria decidiu retomar as atividades em uma assembleia geral realizada na tarde de ontem, na sede do Sindicato dos Bancários. 

Ainda na manhã de ontem, a categoria se reuniu com representantes do Banpará em uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 8° Região, onde o governo manteve a proposta inicial apresentada no dia 14 de outubro e propôs ainda abonar a última semana não trabalhada.

O Banpará também incluiu nas negociações que os funcionários vão compensar os demais dias parados da greve com uma hora a mais na carga horária de trabalho até o dia 15 de dezembro, mas não para atendimento ao público. As agências vão permanecer funcionando de 10h às 16h. Outro avanço nas negociações da categoria foi na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) adicional, com 1,8% de participação que vai ser distribuído de maneira igual para todos os funcionários.

Segundo a presidente do Sindicato dos Bancários, Rosalina Amorim, a categoria avançou ainda no reajuste do piso, com reflexo no Plano de Cargos e Salários dos funcionários do Banpará, que a partir de janeiro de 2014 vai aumentar mais 5% do salário base. “Avaliamos de maneira positiva a greve e as propostas apresentadas. As questões pendentes das pautas específicas foram conquistadas”.

Pautas

Rosalina ressaltou ainda que os trabalhadores vão se beneficiar com as propostas. “No caso da PLR adicional, que era uma das pautas específicas, a categoria ganha com a participação, o que vai corresponder a um valor de R$ 1.652,46 para cada funcionário”.

O Sindicato dos Bancários informou ainda que os trabalhadores do Banco da Amazônia continuam em greve. A categoria vai realizar um ato na próxima segunda-feira, em frente à agência da avenida Presidente Vargas, a partir das 8h. A intenção dos bancários é retomar as negociações.

Em nota, o Banco da Amazônia informou que formulou proposta às entidades representativas dos empregados, na qual incluiu o reajuste proposto pela Federação Nacional dos Banco (Fenaban) e mais cláusulas específicas à categoria, mas foi recusada pelos bancários. 

O banco informou ainda que, na próxima segunda-feira, a Diretoria Executiva (Direx) e a Comissão de Negociação Salarial do Banco da Amazônia vão se reunir para discutirem novamente a questão.

(Diário do Pará)

Leia também:

Comentários