Notícias / Pará

Bebê nasce com duas cabeças em Anajás

Terça-Feira, 20/12/2011, 10:18:54 - Atualizado em 20/12/2011, 18:18:47 11 comentários

Tamanho da fonte: A- A+
Bebê nasce com duas cabeças em Anajás (Foto: J.R. Avelar)
A ocorrência é rara e acontece, geralmente, por problemas genéticos (Foto: J.R. Avelar)

Um fato raro chamou a atenção dos moradores do município de Anajás no arquipélago do Marajó. Uma criança do sexo masculino nasceu, às 2h da madrugada de ontem, pesando 4,6 kg, no Hospital Municipal. Detalhe: a criança veio ao mundo com duas cabeças.

Segundo o médico obstetra José Brasil, que fez o parto, a mãe da criança, que tem 23 anos e mora no interior do Baixo Anajás, localidade do Timbó, e embora tenha feito o pré-natal, não se submeteu a exames de ultrasonografia durante a gestação.

Mãe de três filhos, ela chegou ao Hospital Municipal no início da noite de anteontem e, após alguns procedimentos,  optou pela cirurgia de cesariana. “Caso não fosse feito este procedimento certamente a criança nasceria morta” afirma o médico.

Segundo ele, o fato é raro no município e geralmente acontece por problemas genéticos. Ele disse ainda que o bebê passa bem e está se alimentando, sendo que já se tornou uma atração no hospital. A notícia correu rapidamente e logo centenas de pessoas curiosas foram visitar a criança.

Em conversa com o DIÁRIO, José Brasil informou que a criança tem duas cabeças unidas pelo tronco. Os primeiros exames revelaram que a criança tem um só coração e os órgãos vitais funcionando em plenas condições. “É impressionante o apetite do menino” declarou o médico.

A secretária de Saúde de Anajás, Dilma Soares, por telefone, disse ao DIÁRIO que o órgão já cadastrou mãe e bebê na central de leito neonatal e espera a confirmação da vaga para solicitar o transporte dele, pelo Corpo de Bombeiros para Belém. “O bebê esta bem e vamos mandá-lo à capital para uma avaliação mais completa”, confirmou.

Após o período anestésico a mãe teve o primeiro contato com a criança, sendo acompanhada por uma assistente social. Segundo a secretária de Saúde do município, Dilma Soares deu de mamar e apresenta bom estado de saúde.

SEGUNDO CASO

Nesse ano, esse é o segundo caso registrado no Brasil. O primeiro aconteceu na zona rural de Ingá, em um sitio da Serra Verde, em Campina, na Paraíba. Uma mulher de 27 anos deu à luz uma criança com duas cabeças. O bebê, contudo, morreu horas depois do parto por falta de oxigênio em uma das cabeças. (Diário do Pará)

Faça seu comentário. Clique aqui!

11 Comentários

Mais de Pará

Leia mais notícias de Pará. Clique aqui!

EDIÇÃO ELETRÔNICA