Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Jader renuncia ao cargo de deputado federal

Terça-Feira, 30/11/2010, 10:52:37 Ver comentário(s) A- A+

Jader renuncia ao cargo de deputado federal (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA) entregou à Câmara na manhã desta terça-feira uma carta de renúncia ao seu mandato. No documento, Barbalho apenas afirma que tomou a decisão por se encontrar "na extravagante situação de ser, ao mesmo tempo, elegível e inelegível". O documento deve ser lido às 14h de hoje, na abertura da sessão de hoje da Câmara, formalizando a renúncia do parlamentar.

"Nada mais tenho a fazer na Câmara, já que para exercer o cargo tenho que ser elegível, mas o TSE e o STF decidiram que, no momento, sou também inelegível, e estou impedido de ocupar a cadeira para qual fui eleito senador. (...) Retorno ao Pará para empreender minha luta, ainda acreditando na via judicial para corrigir a violência política de que sou vítima em plena democracia, junto com 1.800.000 paraenses, brasileiros, que não têm dúvida quanto a minha elegibilidade, e me escolheram como seu Senador da República", diz o peemedebista. A suplente de Jader Barbalho é Ann Pontes, também do PMDB.

IMPASSE

O julgamento de Jader no Supremo foi permeado por um impasse. A votação terminou empatada em 5 a 5 sobre a aplicação da Lei da Ficha Limpa já nestas eleições. Posteriormente, no entanto, a maioria dos ministros entendeu que não houve maioria para derrubar a decisão do TSE que barrava Jader e, portanto, mantiveram o registro indeferido. A carta de renúncia de Barbalho tem duas páginas e foi registrada em cartório ainda na segunda-feira (29), apesar de ter sido protocolada por dois assessores somente às 10h24 desta terça.

Em seu twitter, o parlamentar agradeceu aos seus eleitores pela expressiva votação nas últimas eleições. “Eu tenho que protestar contra essa decisão absurda do STF e respeitar os votos dos paraenses que me elegeram", diz o ex-deputado. Jader tambpem agradece aos eleitores por seus votos "Obrigado ao povo do Pará. Obrigado pelo imenso carinho que recebo todos os dias. Obrigado pelos 1 milhão e 800 mil votos que recebi."

Mais informações sobre o pedido de renúncia em instantes.

(DOL com informações do Diário do Pará)

Comentários