MULTIMÍDIA / GALERIAS


Greve fecha agências bancárias no Pará

A categoria reivindica 16% de reajuste (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), entre outras pautas, como o fim do assédio moral e das metas abusivas, informou a Contraf-CUT. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu 5,5% de reajuste salarial e nos vales, além de abono de R$ 2,5 mil, não incorporado aos salários.

Postado em: 07/10/2015 - 10:59:16 | Visualizações: 421
Créditos: Fernando Araújo | Diário do Pará