Esporte / Pará

NADA DE EMPATE

Remo busca vitória em casa contra o Volta Redonda para se isolar no topo

Sexta-Feira, 07/06/2019, 09:57:12 - Atualizado em 07/06/2019, 09:57:12 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Remo busca vitória em casa contra o Volta Redonda para se isolar no topo  (Foto: Ricardo Amanajás)
Douglas Packer avisa que disputa pela liderança com o Juventude não tira o foco do jogo com o Volta Redonda (Foto: Ricardo Amanajás)

Mesmo sem tempo hábil para tentar orquestrar algumas modificações no time com vistas para o jogo de amanhã à tarde, diante do Volta Redonda-RJ, o Clube do Remo não medirá esforços para tornar a vencer na Série C do Brasileirão. “Mordido” pelo empate na rodada passada, o Leão irá focado para, no estádio Mangueirão, somar a pontuação máxima e, dessa forma, se manter na ponta da tabela. E o fator casa para os remistas, no campeonato, tem se notabilizado por ser um ponto de desequilíbrio em favor dos mandantes.

No último compromisso em Belém, o Leão deitou e rolou frente ao Atlético-AC, ao ter aplicado a sua vitória mais expressiva na competição, por 2 a 0. O domínio do time ocorreu em conjunto com o apoio da torcida, que apoiou durante todos os 90 minutos, e que poderia ter gritado mais vezes em comemoração de gol, se não fossem os desperdícios dos jogadores. A outra vitória foi na estreia pela competição, frente ao Boa Esporte-MG, ocasião em que o time entrou de pé direito ao vencer por 1 a 0.

SÓ UM PORÉM

O único resultado encarado como adverso, mas que permitiu ao time seguir com a sua invencibilidade, foi o empate em 0 a 0 contra o Ypiranga-RS. Na ocasião, ao voltar à capital com dois resultados (empate e vitória) fora de casa, a expectativa era que os azulinos conquistassem outra vitória, especialmente pelo reencontro com o Fenômeno Azul, que até hoje levou o maior público de toda a competição, com mais de 15 mil presentes.

Porém, como mandante, o Remo não conseguiu furar a retranca dos gaúchos. Mas, contra o Voltaço, é esperado um estilo de jogo totalmente diferente do qual foi adotado pelo Canário.

Vindo de derrota e em casa, os cariocas deverão lutar pelo placar e, consequentemente, pela estadia na parte de cima da tabela. Dessa maneira, com a tendência de uma partida mais aberta, o grupo de jogadores planeja não dar mole na missão.

“É mais um jogo em casa, onde nos deu na rodada passada a liderança, e agora a gente tem a possibilidade novamente, sabendo que tem jogo do Juventude, mas temos que pensar primeiro no nosso resultado”, disse o meia Douglas Packer. “A gente sabe que não pode baixar a guarda em momento algum. É um desafio muito importante, mas sempre mantendo o foco”, observa.

Time a ser batido em jogo de 6 pontos

Amanhã, o Clube do Remo fará o seu jogo de consolidação na parte de cima da tabela do grupo B desta Série C, contra o Volta Redonda-RJ e com isso, mirar o retorno à primeira colocação do chaveamento. Ocupando a segunda colocação (empatado com o Juventude com 12 pontos, mas inferior no critério desempate), os azulinos irão enfrentar o rival deste sábado, hoje na terceira posição. Dessa maneira, os jogadores do grupo visualizam o combate como de “seis pontos”.

“É um confronto direto. Eles estão em terceiro e nós em segundo, um jogo de seis pontos. É um time carioca e sabemos que tem a qualidade técnica como seu principal fator. Mas vamos procurar ganhar”, disse o volante Yuri.

Ainda de acordo com o profissional, esse é o momento ideal para mostrar os recursos do grupo e, assim, sempre ser um time que levará trabalho aos adversários, já que é uma das equipes a serem batidas nessa fase classificatória. “Com certeza a gente sabe da importância que é esse jogo de sábado. Estamos chegando a um nível da competição em que estão estudando e se preocupando mais com a gente. Temos que procurar algo novo para não sermos surpreendidos e continuarmos surpreendendo”, pontuou.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL