Esporte / Pará

SÉRIE C

Ataque azulino melhora e pode evoluir ainda mais

Terça-Feira, 14/05/2019, 07:59:19 - Atualizado em 14/05/2019, 07:59:19 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Ataque azulino melhora e pode evoluir ainda mais (Foto: Wagner Santana e Irene Almeida)
Alex Sandro e Emerson Carioca estão em busca de afinar o toque final para não desperdiçar mais chances de gols (Foto: Wagner Santana e Irene Almeida)

O setor ofensivo do Leão, após uma partida apagada frente ao Juventude, tornou a ser decisivo no resultado positivo contra o Luverdense, no sábado (11). O gol de Emerson Carioca, que deu o triunfo por 1 a 0 do time, minimizou as críticas que vinham ocorrendo até então com o ataque. Contudo, a falta de capricho no último toque ainda é algo que tira o sossego do torcedor azulino.

Quando o placar já estava favorável para o Remo, a equipe contou com ao menos três oportunidades claras de gol e para sacramentar a vitória. Duas delas foram com o atacante Alex Sandro, que, embora bem na partida, pecou na finalização. Mas, para o jogador, o time está, a cada compromisso, melhorando em campo. “Graças a Deus saímos de campo com mais uma vitória. Nosso objetivo era esse desde o começo do jogo e fomos felizes. Tive oportunidades, mas vencemos, soubemos marcar, eles também e isso conta muito. É trabalhar forte para vencer em casa”, comentou.

MARCAÇÃO

A marcação, aliás, tem sido o ponto a ser destacado da equipe nas três partidas da Série C do Leão. Bem postados, o defensores inibiram o impeto do LEC, ao dar alternativa de saída de jogo, além de trocar passes na zona defensiva. Para o volante Yuri, isso é reflexo de trabalho duro. “A gente exerce isso no dia a dia e quando vamos para o jogo fica mais fácil. Claro que as coisas dependem do jogo e das circunstâncias, mas nós treinamos sempre para melhorar e buscar os resultados como estamos fazendo”, ponderou.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

Zotti e Michel comentam primeiro jogo no Remo

Na vitória por 1 a 0 pela terceira rodada da Série C diante do Luverdense, a comissão técnica do Remo promoveu duas estreias. A primeira foi com a entrada do meia-armador Zotti, que ingressou no time titular ao ficar responsável pela desenvoltura ofensiva na criação da equipe. Mesmo sem o entrosamento necessário e a falta de ritmo de jogo, o profissional realizou o que foi pedido, que era manter o passe e a posse de bola. Substituído na virada do cronômetro, o atleta comentou sobre a sua participação e o resultado coletivo da equipe. “Na minha opinião estamos de parabéns, fizemos uma partida inteligente fora de casa. Vencemos e somamos a pontuação máxima. No meu caso, sei que ainda preciso melhorar fisicamente, até por ter realizado a última partida há 30 dias. Mas isso é questão de tempo”, disse.

O outro estreante foi o lateral-direito Michel, que entrou no decorrer do segundo tempo. O ala, por sua vez, além de exercer a sua função de ofício, alternou como ponta direita, quando Rafael Jansen subia pelo mesmo lado. Com mais disposição, o que ajudou o Leão a ganhar em velocidade, a primeira impressão do artilheiro do Parazão foi positiva, na sua análise. “Pude jogar pela primeira vez e isso é muito bom. Pude ajudar o time a vencer, assim como eles me ajudaram também. Aos poucos, vamos ganhando o espaço, para ajudar nas partidas. Mas, o mais importante aconteceu que foi a vitória e os três pontos”, destacou Michel.

(Matheus Miranda/Clube do Remo)





Comentários

Destaques no DOL