Esporte / Pará

VELHO CONHECIDO

Remo tem um histórico de uma vitória e um empate contra o Luverdense

Quinta-Feira, 09/05/2019, 07:54:15 - Atualizado em 09/05/2019, 07:58:56 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Remo tem um histórico de uma vitória e um empate contra o Luverdense (Foto: Wagner Santana)
Depois de jogar contra dois times que nunca tinham cruzado o caminho azulino, o Remo se volta para o Luverdense. (Foto: Wagner Santana)

Após a realização de dois combates inéditos até então na história da agremiação, que foi frente ao Boa Esporte e o Juventude, nos primeiros compromissos da Série C 2019, ocasião em que venceu e empatou, respectivamente, o Clube do Remo irá enfrentar nesta rodada um adversário conhecido pelo confronto direto, o Luverdense-MT. Otimistas em pontuar mais uma vez fora de casa, desta vez com uma vitória, além de contar com o bom começo de competição, bem como o péssimo retrospecto do LEC, o Leão conta ainda com outro detalhe para continuar invicto no certame, que é exatamente a freguesia rival, mesmo que pequena.

Em duas partidas, o Remo somou uma vitória e um empate, ambas na Série C de 2008, na segunda fase, à época de grupos. O interessante no histórico das equipes é que o triunfo ocorreu justamente na casa do Luverdense, no estádio Passo das Emas, por 2 a 1, palco do duelo deste sábado (11). E o detalhe é algo que pode influenciar no decorrer da terceira rodada da Terceirona. “Temos que usar tudo aquilo que for nos motivar para buscar um bom resultado. O Luverdense é um time difícil, complicado. Eu vi que o time está bem e quero ajudar a fazer parte disso se o nosso treinador optar por mim”, disse o atacante Danillo Bala. 

HISTÓRICO

Campeão Estadual, o Remo tem na conta uma única derrota nas últimas 10 partidas, tropeço este que contou com um toque de azar do zagueiro Marcão, ao marcar contra. Num embalo positivo, os azulinos pregam humildade. “Estamos com mais posse de bola, claro, que falta ainda algumas coisas. Mas isso nos deixa feliz. É manter os pés no chão também, porque ainda não foi decidido nada. É dar sequência nos trabalhos para evoluir”, diz o goleiro Vinícius.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

Cautela para evitar clima de já ganhou

Em caso de uma vitória simples em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, neste sábado (11), o Remo, teoricamente, se projeta para dar uma arrancada na parte de cima da tabela, já que as partidas da quarta e quinta rodadas, serão em Belém, no estádio Mangueirão. Desse modo, o cenário se mostra favorável até por ter tido uma postura incisiva contra Boa Esporte, na estreia da Série C, na melhor atuação do time na temporada. Contudo, o treinador Márcio Fernandes, analisa as coisas com calma.

Para o técnico, a comemoração será pós-jogo, em caso de nova conquista de pontos do grupo. “Temos que ter a cabeça no lugar, as coisas parecem de um jeito, mas não são. É um jogo muito difícil. O Luverdense vem pressionado pelos resultados dentro de casa. Temos que ter bastante cautela para conseguir os nossos objetivos”, explicou.

PACKER FORA

Com a ausência certa do meia Douglas Packer, que segue em recuperação da lesão muscular grau um na panturrilha, outra dúvida pairou para a comissão técnica, que é o zagueiro/lateral Rafael Jansen, que sentiu desconforto na perna e realizou um trabalho separado no treino de ontem.

Márcio Fernandes já esboça uma possível mexida. “Vamos pensar da melhor forma, entrar com o melhor time. O Jansen sentiu, temos o Michel, o Geovane. Até o último treino que vamos ter, vamos definir. Vou usar esse tempo para pensar”, destacou, ao adiantar que Michel foi o escolhido para iniciar o time no treinamento.

Confronto Direto

- Série C

Luverdense 1 x 2 Remo - 10/08/2008 (Passo das Emas)

Remo 1 x 1 Luverdense – 17/08/2008 (Mangueirão)

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL