Esporte / Pará

CONFIANÇA

Na vice-lanterna, São Francisco ainda sonha com semifinal no Parazão

Sexta-Feira, 08/03/2019, 07:17:30 - Atualizado em 08/03/2019, 07:41:13 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Na vice-lanterna, São Francisco ainda sonha com semifinal no Parazão (Foto: Reprodução)
Leão Santareno tem apenas 4 pontos. (Foto: Reprodução)

No Campeonato Paraense, Santarém é a cidade com mais representantes. Mas os seus três representantes figuram nas últimas colocações no geral. O São Francisco é o penúltimo, mas dentro de seu grupo, o A1, em que é lanterna, está a apenas uma vitória de distância do terceiro colocado, o Bragantino. Com o técnico Júnior Amorim foi uma vitória e uma derrota – fora de casa -, e a expectativa de uma melhora. Das três rodadas que tem pela frente, o Leão encara a busca pela reabilitação justamente contra o líder geral, o Paysandu. As duas equipes se encaram no domingo, no Barbalhão.

O treinador sabe que a missão é das mais difíceis, mas garante que que o time da casa pode surpreender e quebrar a invencibilidade do Papão e, até, sonhar mais alto. “Desde que cheguei algumas coisas melhoraram. Em especial a questão do vestiário, a confiança. Taticamente também melhoramos. Para vencer o Paysandu só com muito trabalho e montar uma estratégia para o jogo. Tenho assistido muitos jogos do time deles e repassado isso aos atletas”, disse. “Uma vitória pode ser um divisor de água para sair da lanterna e, quem sabe, almejar uma classificação”, diz Amorim.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

No último fim de semana o Leão realizou um amistoso. O jogo marcou a estreia de dois novos reforços, o volante Ramon e o atacante Yan. Ambos com chances de estrearem oficialmente contra o Papão. 

“Essas duas semanas nos deu tempo para aperfeiçoar algumas situações. Quando cheguei o time estava cabisbaixo. Foram dois trabalhos, recuperar o ânimo e a parte física e tática. Tive tempo para que eles compreendessem o que quero deles. Agora, eles têm que mostrar em campo o que eles têm demonstrado nos treinos”, pede Júnior Amorim.

(Tylon Maués/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL