Esporte / Pará

PARAZÃO 2019

Com Echeverría, Remo enfrenta o Independente em busca de nova vitória

Sábado, 09/02/2019, 10:59:30 - Atualizado em 09/02/2019, 14:35:27 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Com Echeverría, Remo enfrenta o Independente em busca de nova vitória (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)
Echeverría finalmente fará sua estreia neste sábado (9) diante do Independente (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

A partir das 17h de hoje, Clube do Remo e Independente irão duelar no estádio Navegantão, em Tucuruí, por assuntos bem mais importantes que os três pontos na tabela. A partida válida pela 3ª rodada do Campeonato Paraense, pelo lado azulino, irá medir a competitividade do grupo desta temporada, já que o time escalado vai com nove mudanças comparadas à escalação que atuou diante do Tapajós, em Belém, na semana passada.

Já para as bandas do dono da casa, está em jogo a continuidade do ataque positivo e a superioridade no seu quintal, já que o Remo não vence em Tucuruí há sete anos. Porém, um detalhe em comum: a manutenção no topo dos seus respectivos grupos do Parazão 2019.

Tanto Remo quanto o Independente ostentam a liderança de suas chaves, ambos com seis pontos. No entanto, a primeira colocação está sendo dividida com o Bragantino, no chaveamento do Leão; e com o Paysandu, no chaveamento do Galo.

O treinador João Nasser Neto não escondeu a formação da sua equipe, com o intuito de surpreender o adversário. Netão deixou claro que o foco é todo em cima do rival de hoje, mas sabe que um placar adverso ao final do duelo de hoje poderá abalar emocionalmente o grupo para o compromisso de quarta-feira (13) contra o Serra-ES, pela Copa do Brasil.

Por isso, o Remo entrará em campo com três atacantes de ofício: Alex Sandro, Gustavo, David Batista, além do paraguaio Echeverría, que atua mais avançado pelo lado esquerdo do que fixo no meio-campo. A estratégia é manter compactação e movimentação intensa dos jogadores de frente, para que ocorram brechas naturais por parte do Galo até a finalização.

PARAGUAIO

Para Echeverría, que finalmente fará a sua estreia, e que sem dúvida será o jogador mais analisado pelo time remista, o objetivo é um só. “Correr pela vitória do time. Treinamos bem e agora é o momento de desempenhar tudo em campo para vencer”, frisou.

Para o atacante Gustavo, a conquista do triunfo servirá como uma conquista dupla, já que o desempenho positivo ajudará o plantel e o próprio clube. “É um jogo que pode nos permitir continuar na liderança. Dar tranquilidade para o nosso técnico e para o resto do grupo que vai ter uma semana longa”, informou Gustavo Ramos.

Por falta de chance, não se pode reclamar!

O time mesclado azulino que irá atuar hoje, servirá como oportunidade vital para os profissionais que almejam chance para demonstrar potencial e, posteriormente, cavar uma vaga na titularidade. Quem está visualizando o encontro de logo mais desta forma é o volante Dedeco, que tentará reencontrar o bom futebol, após baixa atuação na estreia contra o São Raimundo, fazendo-o esquentar o banco no duelo seguinte contra o Tapajós.

E a papel contra o Independente não será dos mais fáceis para voltar a agradar a comissão técnica, isso porque o jogador fará o papel de camisa 10, responsável pela criação do time remista, algo que ainda não foi apresentado, até então. “É um jogo que vai ser difícil, fora de casa, mas sei da responsabilidade que tenho no grupo e vou procurar seguir as orientações”, disse Dedeco.

Goleiro Vinícius é um dos dois atletas remanescentes do duelo anterior que seguem titulares no jogo de hoje (9) (Foto: Irene Almeida/Diário do Pará)

Com a vacância da camisa 10 após a confirmação da saída de Wallacer do plantel azulino, na semana passada, o duelo poderá credenciar Dedeco a retornar ao posto de titular e com a camisa do craque. “Isso fica a critério do treinador, mas espero fazer o melhor, ajudar os companheiros para sempre jogar e fazer boas partidas”, comentou.

VETERANOS

Somente o goleiro Vinícius e o lateral-direito Geovane são os atletas que remanesceram do duelo anterior, sendo que o arqueiro esteve presente nos dois jogos iniciais. “Nosso pensamento é de entrar em campo e fazer o melhor jogo possível. Eles têm qualidade e vamos respeitar isso, mas do começo ao final é procurar agredir lá na frente pra buscar os pontos e sair com a vitória”, destacou Vinícius.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL