Esporte / Pará

TITULARIDADE

Clube do Remo: Momento para conquistar vaga é agora!

Terça-Feira, 22/01/2019, 08:18:58 - Atualizado em 22/01/2019, 08:29:54 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Clube do Remo: Momento para conquistar vaga é agora! (Foto: Samara Miranda/Remo)
Com boa apresentação em amistoso, Diogo Sodré quer levar dúvida positiva ao treinador Netão (Foto: Samara Miranda/Remo)

No amistoso contra o Castanhal, o meia Diogo Sodré não conseguiu se desprender das limitações até então considerada naturais em campo. Contudo, diante do selecionado de Barcarena e especialmente frente ao Izabelense, o jogador passou uma borracha na sua primeira apresentação pelo Remo, ao ter assimilado positivamente a sua função em campo, conforme instrução do treinador João Nasser Neto.

Autor da assistência que fez o Leão abrir o placar na vitória de 3 a 0, no domingo passado, Diogo Sodré celebrou a participação, tanto ofensiva quanto defensiva, e destacou que tentará fazer ainda mais pelo Remo em tal quesito. “Eu sou uma pessoa que cria bastante jogada. Ontem (domingo) fui feliz pela assistência para o David. Sempre joguei de meia-atacante, mas hoje o futebol é jogado entre linhas, 4-4-2 ou 4-1-4-1. Então o meia tem que fechar taticamente. O meia que marca não joga em lugar nenhum e sei que faço isso”, comentou.

Ao transitar pelos prováveis times titular ou reserva, Diogo Sodré, assim como o restante dos companheiros, preferiu deixar a responsabilidade na mão de Netão. Dessa maneira, além de exaltar o grupo, afirmou que brigará pela vaga. “Esse novo Remo que está sendo construindo é para vencer. Estamos bem preparados. Tem até uma fumacinha na cabeça do Neto e isso é bom. Todo jogador busca o seu espaço, quer jogar. Mas tem que ter humildade e quem o Neto colocar vai jogar”, disse. “Como falei, é um Novo Remo. Sábado eu quero estar lá”, almeja, sobre o jogo de estreia azulino, no Campeonato Paraense, contra o São Raimundo, em Santarém.

Ansiedade natural para a estreia 

Com o encerramento do período de análise, com direito a três amistosos e um jogo-teste, os jogadores do Remo estão na contagem regressiva para a estreia pelo Estadual, contra o São Raimundo, no próximo sábado (26). Os profissionais relatam que a partida oficial é diferente de qualquer outra. 

O zagueiro Rafael Jensen, por exemplo, destacou o entusiasmo para o duelo de sábado, sobretudo depois dos compromissos realizados recentemente. “O amistoso é bem importante para condicionar o atleta em ritmo de jogo. Vencer dá confiança para todo o elenco e comissão técnica. Espero que no dia do jogo o treinador seja feliz e escale os melhores para que estejam em condições de ganhar”, disse o defensor, sem pressa para saber se será titular ou não na equipe de Netão.

Como o Remo enfrentou apenas uma equipe profissional na pré-temporada, muitos acreditam que o nível de competitividade pode ter sido até ilusório para o grupo.

Jensen entende a situação, mas destaca a necessidade da movimentação. “Independentemente se a equipe for profissional ou amadora, a gente sempre vai estar em teste. Se fosse contra equipe profissional, seria melhor até para parâmetro, mas estamos preparados para tudo”, destacou. “Tenho certeza que essa semana o professor Neto vai intensificar as características dos adversários, especialmente dos atacantes, para nós defensores, porque isso é muito importante para não tomar gol”, salientou.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL