Esporte / Pará

AGORA VAI

Curtindo as férias, Ganso está cada vez mais perto de fechar com time brasileiro

Segunda-Feira, 14/01/2019, 10:41:11 - Atualizado em 14/01/2019, 11:23:46 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Curtindo as férias, Ganso está cada vez mais perto de fechar com time brasileiro (Foto: Arquivo Pessoal)
Ganso curtiu o domingo (13), ao lado do irmão (Foto: Arquivo Pessoal)

Curtindo as 'férias', já que não é aproveitado pelo Amiens no Campeonato Francês, o meia Paulo Henrique Ganso está cada vez mais é cotado como reforço do Fluminense. "Apesar de ser discreto, gosto de ousar. Vamos torcer para que sejam os dois, quem sabe. Estou trabalhando. O Fernando Diniz tem modelo para colocar os dois para correrem bastante", contou em entrevista Paulo Angioni, diretor de futebol do clube.

Além do paraense, o Tricolor ainda quer contratar o meia Nenê, do São Paulo. Ganso pertence ao Sevilla (ESP) e está emprestado ao pequeno Amiens, 17º colocado no 'Francesão'. O dirigente afirmou que as operações são paralelas e alimentou o desejo da torcida em ter os astros com a camisa tricolor em 2019.

Para este ano, o Fluminense estipulou teto salarial em R$ 150 mil por atleta. Angioni afirmou que não vai sair da linha de austeridade financeira do clube e garantiu que as operações se encaixam no orçamento. A equipe tricolor tenta fazer com que os detentores dos direitos dos jogadores sejam parceiros no pagamento de salários.

"O Ganso é uma situação tranquila para nós. Se vier, será em uma situação bem confortável. Não temos como competir com o que ele ganha no Sevilla ou no Amiens, mas buscamos entendimento que não encareça o orçamento mensal e anual no futebol. A situação do Nenê está no mesmo pacote. O Fluminense não vai sair um milímetro se vier a acontecer", disse.

Neste domingo (14), Ganso curtiu um passeio de lancha ao lado dos amigos e familiares.

Fotos: Reprodução

(Com informações da FolhaPress)





Comentários

Destaques no DOL