Esporte / Pará

TRABALHO

Diretoria azulina tenta fechar o elenco até o dia da apresentação oficial dos jogadores

Quinta-Feira, 06/12/2018, 08:03:35 - Atualizado em 06/12/2018, 08:22:14 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Diretoria azulina tenta fechar o elenco até o dia da apresentação oficial dos jogadores (Foto: Samara Miranda/Remo)
Segundo Luciano Mancha, o Remo deve contratar ainda de seis a oito atletas (Foto: Samara Miranda/Remo)

Com a apresentação do elenco marcada para a semana que vem, dia 12, a diretoria do Clube do Remo corre contra o tempo para fazer as últimas contratações. Até aqui foram nove reforços e de seis a oito ainda devem chegar. Esses novos atletas são tanto de fora quanto os que estiveram em ação na Segundinha do Campeonato Paraense.

“Vamos em busca de jogadores que tenham o espírito do Clube do Remo, que venham para vencer e se doar ao máximo em campo. Não importa se for do Nordeste ou do Sul, o importante é se adaptar à filosofia do clube, inclusive atletas regionais que estamos observando”, observou o executivo de futebol do Leão Azul, Luciano Mancha.

Atualmente o elenco conta com 21 jogadores e deve chegar a pelo menos 28. Esse número só deve aumentar caso aumente a quantidade de jogadores que serão promovidos da base. De acordo com Mancha, alguns desses garotos já foram selecionados para subir, mas essa lista não foi divulgada a fim de não desmotivar os demais do elenco que estarão na Copa São Paulo em janeiro do ano que vem.

“Temos que ter muito cuidado no trato com a garotada, que tem que ser valorizada. O time do Remo vai estar na Copa São Paulo, um evento em que todos são observados por clubes e empresários de todo o Brasil. Então, a motivação dos jogadores deve estar no máximo. Isso pode fazer com que outros venham a ser escolhidos para subirem ao elenco profissional”, explicou o executivo.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

Extraoficialmente, três outros jogadores já teriam acertado com o clube, mas só serão anunciados quando tudo estiver definido e o contrato assinado. Os jogadores locais estão sendo problemáticos para a diretoria fechar. O Remo teve interesse no zagueiro Dedé, que tem direitos ligados ao Santos-AP e que defendeu a Tuna Luso na Segunda Divisão, mas o clube de Macapá queria formar um pacote com pelo menos mais dois outros atletas, mas estes não estavam nos planos azulinos.

No lançamento do programa Nação Azul, na terça-feira, quando foi anunciada a contratação do meia Eduardo Echeverría, o presidente Fábio Bentes deixou claro que o perfil do paraguaio é o mesmo que o clube procura para reforçar o elenco. “Mesmo sendo um meia-atacante, conseguiu 16 gols nos últimos anos. É um jogador de muita raça, brigador, que tem o espírito do Clube do Remo. Vai ser um leão em campo”.

EM NÚMEROS

28 atletas - Quantidade considerada ideal para o Leão começar os trabalhos para 2019.

Grupo não estará completo na apresentação

Echeverría deve se apresentar no Baenão apenas no dia 27 (Foto: Divulgação)

Por conta da legislação trabalhista, alguns jogadores provavelmente não estarão no Baenão na próxima quarta-feira, na apresentação do elenco. Afinal, cada um deles tem que ter, no mínimo, 30 dias de férias. Os remanescentes do time que disputou a Série C, como Vinícius e Mimica, por exemplo, estarão no dia marcado. Já o recém-contratado Echeverría deve chegar somente após o Natal, dia 27.

Mesmo com a fama relativa, o paraguaio será o garoto propaganda do Nação Azul, programa de sócio-torcedor do Remo que passou por uma reformulação. “Ele está muito empolgado com essa possibilidade. Fizemos uma negociação que envolvia o crescimento do sócio-torcedor”, disse Fábio Bentes.

O executivo de futebol garante que todos os já contratados e os que estão em negociação vêm em boas condições físicas. A necessidade das férias foi a pedido de alguns deles. “Teve jogador que me disse que não via a mãe há dois anos. Então o clube achou melhor que déssemos esse tempo para voltarem bem e motivados”, confirmou Luciano Mancha. “Estamos tendo o cuidado de não trazer atleta inativo, que ficou parado no último ano”, completou Fábio Bentes.

(Tylon Maués/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL