Esporte / Pará

POLÊMICA

Novo contratado do Remo já foi preso em esquema de carros roubados

Sexta-Feira, 30/11/2018, 18:26:15 - Atualizado em 30/11/2018, 18:30:32 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Novo contratado do Remo já foi preso em esquema de carros roubados (Foto: Divulgação/Luverdense)
(Foto: Divulgação/Luverdense)

Nesta sexta-feira (30), o Clube do Remo anunciou a contratação de três jogadores para a temporada 2019. Entre os anunciados, o meia Diogo Sodré foi confirmado. O novo jogador do Leão acumula polêmica na carreira, inclusive com prisão quando ainda atuava no Luverdense-MT.

Diogo foi acusado de estar envolvido em esquema de receptação de carro roubado, após operações no Mato Grosso e Paraná. O caso aconteceu no ano passado e o jogador foi abordado em um hotel na capital mato-grossense. Em posse do atleta estava um dos 16 carros listados em esquema de estelionato no Paraná.

Os automóveis fazia parte de uma empresa de locação. De acordo com a Polícia Judiciária Civil do MT, os veículos haviam sido alugados em 2016 por um homem conhecido como “Júnior”.

Júnior, que alugou os vários carros alegando prestar serviço a partidos políticos, vendia de forma ilegal. Um dos compradores foi justamente o agora jogador do Clube de Periçá.

Para deixar a prisão, Diogo pagou fiança de R$5 mil reais até que os fatos fossem esclarecidos, de acordo com Helmute Lawisch, que na ocasião era presidente do Luverdense-MT.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

(Com informações do UOL)





Comentários

Destaques no DOL