Esporte / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Remo tem um punhado de atletas empenhado em mostrar serviço no time

Terça-Feira, 09/01/2018, 08:35:39 - Atualizado em 09/01/2018, 08:35:39 Ver comentário(s) A- A+

Remo tem um punhado de atletas empenhado em mostrar serviço no time (Foto: Mauro Ângelo)
Elielton é um dos mais cotados para ganhar vaga no ataque azulino na estreia contra o Bragantino (Foto: Mauro Ângelo)

Para a primeira rodada do Campeonato Paraense, a comissão técnica do Clube do Remo está ciente que não poderá contar com dois atacantes. Gabriel Lima, em fase de recuperação após lesão grau 1 na posterior da coxa direita; e Jayme, suspenso por ter recebido cartão vermelho ainda pela Segundinha, quando defendia o Tapajós, irão desfalcar o time. Trabalhando para preencher as lacunas, o técnico Ney da Matta conta com algumas opções no grupo que, além de ajudar a minimizar as duas perdas, dependendo da escolha, pode fornecer um estilo de jogo diferente para a partida contra o Bragantino, no domingo (14), no Mangueirão.

De prontidão, o treinador conta com a disponibilidade de Elielton, Felipe Marques, Marcelo, Felipe Pará e Isac. Mas, da Matta conta também como alternativa a utilização do lateral-esquerdo Jefferson Recife como ponta, assim como o jovem Dedel, promovido da base. Caso mantenha a formação com três atacantes, Elielton e Felipe Marques levam pequena vantagem por terem se apresentado bem quando acionados. Dessa forma, para a composição da trinca, cinco jogadores brigariam pela vaga.

Se optar por Marcelo ou Isac, o Remo contará com um homem fixo na pequena área. Por fazer parte do grupo desde o começo dos treinos e feito parte dos jogos-testes, Marcelo ratifica a confiança e o entrosamento com os companheiros. “Sinto que esse é o momento de aproveitar essa chance que a equipe me forneceu. Nosso treinamento foi muito bom, mas cabe a Ney da Matta escalar. Sei que estou pronto e adaptado ao estilo de jogo que o professor quer. Se precisar, estou aqui para ajudar”, destacou Marcelo.

MAIS OPÇÕES

Se quiser apostar na versatilidade e velocidade, o comandante pode lançar Felipe Pará, que atua como meia-atacante e sabe fazer o papel de pivô; ou Jefferson Recife, que mostrou qualidade diante do Castanhal, no dia 6, além de fornecer cobertura para os companheiros de defesa. Dedel corre por fora, já que ainda não foi testado. No entanto, independentemente de quem for escalado, o plantel garante que está pronto para a estreia. “É o momento de demonstrarmos o nosso potencial”, disse Elielton.

OPÇÕES PARA A ESTREIA

Ney da Matta pretende atuar com três jogadores no setor ofensivo. Elielton e Felipe Marques provavelmente irão ficar com as vagas. Dessa maneira, a questão é quem fará o papel de centroavante ou falso 9? Confira as opções:

- Marcelo: O jovem atacante atua mais pelo centro. Se escalado, fará papel de centroavante.
- Isac: futuro camisa 9 do Leão, o estilo de jogo de Isac se diferencia de Marcelo, no quesito mobilidade. Sua experiência lhe permite ocupar espaços estratégicos do setor ofensivo. 
- Felipe Pará: Embora atue como atacante central, repetiria a função de Jayme, como falso 9. Dessa forma o time ganharia na velocidade e na recomposição com a defesa.
- Jefferson Recife: O ala de origem atuou bem enquanto esteve em campo, exercendo a função de ponta. Nesse caso, se escalado, Elielton, como já demonstrou no São Francisco, faria a função pelo centro. 
- Dedel: Com 20 anos, o atacante da base foi promovido ao profissional desse ano. O atacante foi bem recomendado pelos responsáveis da base

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários