Esporte / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Primeiro treino do Clube do Remo para 2018 é marcado com atividade tática e técnica

Quinta-Feira, 07/12/2017, 08:19:15 - Atualizado em 07/12/2017, 11:41:36 Ver comentário(s) A- A+

Primeiro treino do Clube do Remo para 2018 é marcado com atividade tática e técnica (Foto: Maycon Nunes)
(Foto: Maycon Nunes)

Liberada a tabela do Campeonato Paraense 2018, o Clube do Remo já sabe as ordens de confrontos que terá no certame e não quer perder tempo. Em busca de sair na frente dos rivais, o plantel da equipe realizou, na tarde de ontem, o primeiro treino aberto rumo às competições do ano que vem, no Centro Esportivo da Juventude (Ceju), em Belém. No local, as atividades serviram para os atletas manterem o ritmo de jogo, além de terem o primeiro contato tático e técnico com o treinador Ney da Matta. A oportunidade serviu também para que os novos jogadores conheçam um pouco do clima da cidade, já que boa parte do time remista atuará pela primeira vez na capital paraense.

Veja as imagens da movimentação

Com o primeiro compromisso oficial agendado para o dia 14 de janeiro, pelo Parazão, diante do Bragantino, o grupo quer garantir desde já um nível elevado, no que diz respeito ao entrosamento. Nesse primeiro momento, a compactação do time poderá fazer toda a diferença, justamente pelo fato do Estadual ser disputado em campos pesados, decorrente do período chuvoso na cidade. 

PROMESSA 

Conforme o volante Fernandes, o time vai buscar se adaptar para atender os objetivos de conquistas em 2018. “Falo em nome do grupo que vamos deixar o sangue dentro de campo para ajudar a mudar a história. Se o campo for ruim pela chuva, é ruim para ambas as equipes. Sabemos que não é fácil jogar pelos interiores. Vamos lutar com unhas e dentes para atender os objetivos traçados pelo clube durante o ano de 2018”, ponderou o volante de 32 anos.

PRIORIDADES

De acordo com Ney da Matta, apesar do foco ser a Série C, o Remo irá traçar caminhos para o acesso. “O que vai nos ajudar é o comportamento e a luta de cada dia. Para ser campeão brasileiro, no meio desse intervalo, temos o Estadual, que é muito importante. Achar que o Estadual não vale nada é balela. Do mesmo jeito que vamos lutar lá na frente, temos que sobreviver aqui”, destacou Ney da Matta.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:



Comentários