Esporte / Mundo

MAIS FUTEBOL

Arboleda confessa que pode deixar o São Paulo no meio do ano

Sexta-Feira, 15/03/2019, 13:05:02 - Atualizado em 15/03/2019, 13:05:02 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Arboleda confessa que pode deixar o São Paulo no meio do ano (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Um dos melhores jogadores do atual elenco do São Paulo, Robert Arboleda confessou que pode deixar o clube no meio do ano. Titular absoluto da zaga tricolor, o equatoriano disse ter propostas de clubes da Itália, Espanha e Alemanha, fato que teria o tentado a se transferir para o futebol europeu.

“Teve cinco ou quatro times da Itália, Alemanha e Espanha interessados. Meus empresários estão cuidando disso com o clube. Espero sair pela porta da frente na metade do ano, sempre deixando tudo aqui. Se não, sou feliz no dia a dia com o São Paulo”, disse Arboleda em entrevista à radio equatoriana Mundo Deportivo.


Precisando bater a meta de venda de jogadores estipulada para esse ano, que é de R$ 120 milhões, o São Paulo pode ver a possível transferência de Arboleda para Europa com bons olhos, embora o zagueiro seja peça fundamental do esquema de todos os treinadores que passaram pelo clube recentemente. Até agora, o Tricolor negociou o jovem Tuta (R$ 7,6 milhões), campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Rodrigo Caio (R$ 22 milhões por 45% dos direitos econômicos) e o lateral-direito Auro (R$ 2,6 milhões).

Quem também renderá uma boa quantia aos cofres são-paulinos em 2019 é Éder Militão. Após vender o jogador ao Porto no ano passado por R$ 17,7 milhões, mantendo 10% de seus direitos econômicos, o Tricolor deve arrecadar algo em torno de R$ 25 milhões com a transferência do atleta para o Real Madrid, uma vez que, além da fatia mantida, também tem direito a outros 2,8% do valor total da negociação por ser o clube formador do zagueiro.

Além de revelar que pode se despedir do São Paulo na metade do ano, Arboleda também comentou sobre a grande frustração neste início de 2019: a eliminação na Pré-Libertadores para o Talleres.

“Chegamos como favoritos e doeu muito por tudo o que o São Paulo representa a nível mundial. Dois momentos em que nos desconcentramos nos custaram a vitória lá e depois só empatamos 0 a 0. Deixamos tudo dentro de campo, mas lamentavelmente não pudemos avançar”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários

Destaques no DOL