Esporte / Mundo

MAIS FUTEBOL

Em noite inspirada de Giovanni, Guarani derrota Botafogo no Paulistão

Domingo, 10/02/2019, 21:00:03 - Atualizado em 10/02/2019, 21:00:03 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Em noite inspirada de Giovanni, Guarani derrota Botafogo no Paulistão (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Na noite deste domingo, o Guarani recebeu o Botafogo-SP, no Brinco de Ouro da Princesa, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista, e venceu por 2 a 0. O Bugre aproveitou uma noite inspirada do goleiro Giovanni, que defendeu pênalti e fez defesas importantes ao longo do jogo para garantir os três pontos na competição.

Com esse resultado, a equipe comandada por Osmar Loss segue na terceira colocação do Grupo B, mas agora com 10 pontos, enquanto a de Léo Condé continua na lanterna do Grupo D, com 4 pontos.

Na primeira etapa, o time de Campinas teve superioridade na posse de bola e conseguiu construir mais jogadas ofensivas. Os visitantes exploraram a velocidade de seu ataque e, assim, conseguiram um pênalti, quando Pimentinha foi derrubado na grande área. Contudo, o time de Ribeirão não contava com a estrela do goleiro Giovanni, que defendeu a cobrança de Bruno Moraes e manteve a igualdade no placar. Quando a partida se desenhava para um empate na etapa inicial, Thiago Ribeiro aproveitou um chute cruzado de Fernando Viana e marcou para o Bugre, aos 40 minutos.

Com a vantagem no placar, o time da casa procurou se defender mais na segunda etapa e abriu espaço para o Fogo criar oportunidades. A equipe de Ribeirão teve grandes chances de igualar o marcador, mas na grande maioria parou nas mãos de Giovanni. Já no final da partida, aos 44 minutos, o Bugre aproveitou uma desatenção da zaga botafoguense e matou o jogo, com gol de Diego Cardoso.

Na próxima rodada, o Guarani encara o Santos, no Pacaembu, na segunda-feira, dia 18, às 20h (de Brasília). Já o Botafogo-SP enfrenta o Red Bull Brasil, no Estádio Moisés Lucarelli, na sexta-feira, dia 15, às 21h (de Brasília).

O jogo

O Bugre chegou pela primeira vez ao ataque, aos 3 minutos da etapa inicial, com Thiago Ribeiro. O atacante recebeu na entrada da área, virou e bateu forte, porém a bola raspou a trave direita.

O Fogão conseguiu uma grande oportunidade aos 12 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, a zaga do Guarani afastou a bola da grande área, o lateral Pará conseguiu o rebote e chutou forte. Contudo, a bola subiu muito e passou perto do travessão.

Aos 20 minutos da primeira etapa o time da casa voltou a assustar, com Thiago Ribeiro. O lateral William Matheus rolou grande bola para o atacante, que próximo a entrada da grande área, bateu firme e levou perigo ao gol adversário.

O time comandado por Léo Condé teve a chance de abrir o placar aos 31 minutos do primeiro tempo, com Bruno Moraes. No minuto anterior, Pimentinha driblou dois marcadores, mas foi derrubado por Deivid e o árbitro assinalou uma penalidade. Na cobrança, o atacante bateu no canto direito e o goleiro Giovanni fez boa defesa.

Os mandantes responderam aos 33 minutos da etapa inicial. Após falha da zaga, a bola sobrou livre para Fernando Viana, que bateu cruzado. Contudo o goleiro Rodrigo Viana estava atento e realizou grande defesa.

Após tanto tentar, o time de Campinas finalmente abriu o marcador aos 40 minutos da primeira etapa. Ricardinho desarmou no meio do campo e partiu em contra-ataque. O volante lançou Fernando Viana, que invadiu a grande área e bateu cruzado. Antes da bola entrar, Thiago Ribeiro apareceu na pequena área e escorou para o fundo das redes.

Logo no primeiro lance do segundo tempo, o Botafogo quase igualou o marcador, com Diones. Após cruzamento, Bruno Moraes cabeceou sem força, a bola encobriu o goleiro Giovanni e sobrou livre para o volante, que acertou a trave.

O Fogo teve mais uma oportunidade aos 10 minutos da etapa final. O atacante Felipe Saraiva driblou Léo Príncipe e arriscou um chute de fora da área, porém o goleiro Giovanni se esticou todo e fez uma defesa em dois tempos.

Bruno Moraes teve mais uma chance de igualar o marcador aos 15 minutos. O atacante ganhou do zagueiro no corpo, ajeitou a bola e bateu com força. Novamente Giovanni brilhou e fez grande defesa para proteger o gol.

Aos 20 minutos, o Botafogo teve mais uma grande chance, com Ednei. Após cobrança de escanteio, o zagueiro cabeceou firme, mas a bola foi pela linha de fundo.

A primeira chance do Guarani na etapa final surgiu aos 29 minutos. Lucas Crispim bateu cruzado, de fora da área, com perigo, e exigiu grande defesa do goleiro Rodrigo Viana.

O Bugre quase ampliou o marcador novamente com Thiago Ribeiro, aos 34 minutos do segundo tempo. O atacante ajeitou, da entrada área, e bateu firme, porém o goleiro Rodrigo Viana fez boa defesa.

O Fogão quase igualou o marcador aos 39 minutos do segundo tempo, com Felipe Saraiva. Pará cobrou falta rapidamente e pegou a zaga adversária de surpresa. A bola chegou no atacante, que livre dentro da área, chutou na saída de Giovanni, mas mandou por cima do travessão.

A equipe mandante ampliou o marcador aos 44 minutos da etapa final. Fabrício Costa lança o atacante Diego Cardoso, que passa pelo goleiro e toca para o gol vazio. Com isso, o Bugre chegou ao segundo gol e matou a partida.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários

Destaques no DOL