Esporte / Mundo

FÓRMULA 1

Ajudado em Sochi, Hamilton descarta retribuir favor a Bottas no Brasil

Quinta-Feira, 08/11/2018, 15:40:03 - Atualizado em 08/11/2018, 15:40:03 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Ajudado em Sochi, Hamilton descarta retribuir favor a Bottas no Brasil (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Campeão da edição 2018 do Mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton afirmou nesta quinta-feira não se sentir na obrigação de retribuir favores a seu companheiro de Mercedes, Valtteri Bottas, no GP do Brasil, neste final de semana.

Ele se refere ao episódio ocorrido no autódromo de Sochi, onde o finlandês foi instruído pela equipe alemã a deixar o britânico o ultrapassá-lo para vencer a corrida. Após o GP da Rússia, Hamilton só precisou de mais três provas para garantir o heptacampeonato.

Prestes a disputar a penúltima etapa da temporada, Hamilton garantiu que não há nenhuma ordem da Mercedes para que Bottas receba sua vitória de volta. “A equipe não vai fazer essa ligação. Não é algo que eu perguntei ao Valtteri, se ele quer isso, mas não acho que ele queira isso”, disse o inglês, em Interlagos.

“Ele vai querer ganhar do jeito dele. Não sei se estaria fazendo muitos favores no sentido de dar a ele uma vitória. Ele não precisa disso. Ele pode fazer isso sozinho. Tudo o que posso fazer é tentar garantir ser favorável ao longo de todo o final de semana. Estou sempre muito aberto com a equipe, então continuarei a ser assim”, avisou.

Arte: AFP

Seja como for, Hamilton fez questão de elogiar Bottas durante a entrevista, considerando a parceria com o finlandês, iniciada em 2017, como uma das melhores da história da Fórmula 1.

Algo que o britânico jamais passou perto de falar sobre o alemão Nico Rosberg, de quem não escondeu sua rivalidade no período em que foram companheiros na Mercedes, entre 2013 e 2016.

“Temos um respeito enorme um pelo outro. É a maior parceria em termos de respeito e trabalho em equipe que provavelmente já existiu na F1. Eu vejo o quanto ele trabalha duro, e ele vê o quanto eu trabalho duro. Não fazemos joguinhos para tentar prejudicar um ao outro. Esse ano tiveram momentos em que ele foi fundamental para vencermos as corridas”, admitiu.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários

Destaques no DOL