Esporte / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Michel Bastos cogitou aposentadoria no rival e se espanta com críticas

Terça-Feira, 14/11/2017, 16:10:03 - Atualizado em 14/11/2017, 16:10:03 Ver comentário(s) A- A+

Michel Bastos cogitou aposentadoria no rival e se espanta com críticas (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Michel Bastos poderia estar aposentado do futebol. Nesta terça-feira, o camisa 15 do Palmeiras concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol e afirmou que pensou em abandonar a carreira após deixar o São Paulo, no final de 2016, mas mudou de ideia com a oferta para jogar no Verdão.

“Vou ser sincero, saí do São Paulo ano passado com grande possibilidade de eu parar de jogar, até porque tenho um filho de 10 anos que viveu comigo essa situação (de cobrança no Tricolor). Estou em uma idade que tenho minha família como prioridade. Só que consegui vir para um dos maiores times do Brasil, estou no Palmeiras e estou feliz”, disse o atleta.

Michel Bastos foi alvo de protestos da maior torcida organizada do Palmeiras no último domingo, quando os uniformizados exigiram a saída do jogador e de outros 10 atletas do elenco. Ao contrário do amigo Deyverson, que revelou ter chorado pelas cobranças, o camisa 15 se mostrou triste pela situação, mas foi menos afetado pela experiência negativa no São Paulo e já planeja uma volta por cima

“Somos seres humanos, ficamos tristes. Vou ser bem sincero, o que aconteceu comigo no São Paulo me abalou muito pelo fato como foi e, por até hoje, eu não entender o motivo de todo o movimento feito contra mim. Aqui no Palmeiras, fiquei surpreso de ver meu nome nessa lista. Sempre que jogo sou bastante elogiado. Dentro do clube, do grupo, não cogitei em nenhum momento em sair. Mas não me abalou, até porque confio no meu futebol. Poderia vir aqui e pedir apoio para o torcedor, mas o melhor é jogar bola, dar o melhor, que dessa forma eu consigo provar. Muita gente fala que jogador renomado não tem o que mostrar, mas é sempre bom provar. Eu tenho essa qualidade”, completou.

No domingo, Michel Bastos foi titular na lateral esquerda do Palmeiras diante do Flamengo, substituindo Egídio, e teve boa atuação. Nesta temporada, o atleta de 34 fez apenas 20 jogos como titular e deu sete assistências.

“Joguei pouco? Sim. Mas algumas coisas me atrapalharam, como lesões. Mesmo assim, eu sou um dos líderes de assistência. Acho que tem que respeitar decisões do treinador. Toda vez que vesti a camisa do Palmeiras, tentei dar o meu melhor. Mas a grande maioria, quando o time ganha, vem me parabenizar”, finalizou.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários