Esporte / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Ryan Giggs afirma:”Com Bale, United seria favorito na Liga dos Campeões”

Quarta-Feira, 13/09/2017, 14:40:02 - Atualizado em 13/09/2017, 14:40:02 Ver comentário(s) A- A+

Ryan Giggs afirma:”Com Bale, United seria favorito na Liga dos Campeões” (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira, um dos maiores ídolos da vasta história do Manchester United, Ryan Giggs afirmou que o clube inglês seria um dos favoritos para conquistar a Liga dos Campeões deste ano caso conseguisse trazer o atacante Gareth Bale, atualmente no Real Madrid e desejo antigo dos Red Devils.

Em entrevista para o canal de televisão inglês Sky Sports, o ex-jogador afirmou que o jogador seria um diferencial no já estrelado elenco inglês.”Com este plantel podem lutar pelo título [em Inglaterra], mas precisam de mais jogadores de classe mundial. Pogba e Lukaku têm potencial, assim como Rashford ou De Gea. Se viesse um jogador como Gareth Bale já se poderia falar numa equipa com expectativas de vencer a Liga dos Campeões”, ressaltou o galês.

Durante a janela de transferências, que se encerrou no último dia 31, o clube inglês iniciou negociações com o Real Madrid para contratar o galês e a proposta estaria orçada em 143 milhões de euros (cerca de R$ 580 milhões). No entanto, os atuais bicampeões europeus não quiseram evoluir as conversas e com isso a tendência é de que o United faça uma nova investida durante o meio da temporada.

Revelado pelo Southampton, o atleta ganhou destaque internacional pelo Tottenham, quando ainda jogava como lateral-esquerdo. Após o sucesso no clube inglês, Bale foi contratado pelo Real Madrid em 2013 por avaliada em 100 milhões de euros (R$ 315,5 milhões) e participou de 154 partidas além de 68 gols marcados.

Já pela seleção de País de Gales, Bale participou de 68 partidas e tem uma boa marca de 26 gols, além de ser o principal nome da equipe. O grande momento do atleta foi na Eurocopa do ano passado, quando os galeses chegaram até uma surpreendente semifinal, quando perderam para Portugal, que logo depois se sagraria campeão.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários