Esporte / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Márquez valoriza segundo lugar, mas afirma: “Não gosto de perder”

Domingo, 13/08/2017, 12:15:03 - Atualizado em 13/08/2017, 12:15:03 Ver comentário(s) A- A+

Márquez valoriza segundo lugar, mas afirma: “Não gosto de perder” (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O resultado de Marc Márquez no Grande Prêmio da Áustria, neste domingo, pode ser avaliado de duas maneiras: os mais otimistas diriam que um segundo lugar não é tão ruim assim, ainda mais em uma categoria tão equilibrada quanto a MotoGP. No entanto, os mais pessimistas poderiam afirmar que deixar a vitória escapar na última volta, depois de ter largado na pole, é algo inaceitável. Márquez, por sua vez, compartilha um pouco das duas ideias, mas ressalta que não gosta de sair derrotado.

Protagonizando uma grande disputa com o vencedor Andrea Dovizioso (Ducati), principalmente nos instantes finais da prova desta manhã, o piloto espanhol acabou ficando para trás após conseguir uma ultrapassagem na última volta. Na visão dele, não é momento de se desesperar por não ter saído com o lugar mais alto do pódio.

Confira o momento da última ultrapassagem de Dovizioso sobre Márquez:

“Quase consigo ultrapassá-lo (Dovizioso) como eu queria, mas acabou sendo justo no final… Estes 10 ° C me prejudicaram um pouco. Acho que a todos. A verdade é que, como eu disse na quinta-feira, ficar atrás de Dovisioso não é algo péssimo, por isso temos que ver o lado positivo. Mas honestamente, eu não gosto de perder, ainda mais quando você vem bem na última volta”, avaliou o atual campeão da MotoGP.

Seguindo a linha dos otimistas, Márquez ainda ressaltou a importância da corrida deste final de semana para a classificação geral do campeonato. Com a segunda colocação na corrida em, Spielberg, o Formiga Atômica se manteve na liderança, agora com 174 pontos, com uma diferença ainda maior para o segundo colocado, que passou a ser Dovizioso, com 158.

“Na última volta, honestamente, eu sequer pensava no mundial, só na corrida. Mas para o mundial, este resultado é bom, apesar de o Dovizioso ser o segundo agora, algo que o reafirma. As pessoas diziam que (o bom momento dele) era algo ocasional. Eu dizia que não, que estava fazendo um campeonato muito forte”, pontuou.

Após os compromissos em solo austríaco, Márquez já volta as atenções para o próximo compromisso da temporada. O piloto de 24 anos vai colocar a liderança à prova, para a realização do GP de Silverstone, entre os dias 25 e 27 de agosto.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários