Esporte / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Kayke lamenta saída de Maia e vê Santos ‘obrigado’ a encostar no Corinthians

Segunda-Feira, 17/07/2017, 19:10:02 - Atualizado em 17/07/2017, 19:10:02 Ver comentário(s) A- A+

Kayke lamenta saída de Maia e vê Santos ‘obrigado’ a encostar no Corinthians (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Thiago Maia deu adeus ao Santos nesta segunda-feira. De saída para Lille, da França, por 14 milhões de euros (R$ 51 milhões), o volante veio ao CT Rei Pelé para se despedir dos companheiros. O atacante Kayke a saída do amigo, mas afirmou que o Peixe até conseguiu manter o jovem de 20 anos por um longo período time.

“O Thiago é um craque. Por isso que acabou sendo vendido. Santos ainda segurou muito tempo na minha opinião. Ele merece tudo de bom, mas vai fazer muita falta, ficamos tristes. Para um futuro de carreira foi a melhor escolha. Torcemos para dar tudo certo. Os que ficam vão tentar suprir”, explicou o camisa 11 em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Sem o volante, o alvinegro segue a vida e volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro. Com o empate em 0 a 0 contra o Vasco, no último domingo, o Santos chegou aos 24 pontos, manteve-se na terceira colocação do torneio, mas não conseguiu encurtar a distância para o líder Corinthians, que também ficou na igualdade diante do Atlético-PR, no sábado, em Itaquera.

Segundo Kayke, o Timão está em vantagem pois disputa apenas o Brasileirão. Mesmo assim, o centroavante vê o Peixe com a obrigação de encostar no rival.

“A campanha deles é muito boa, somando muitos pontos, quase não perdendo. Como não estão na Libertadores, tem mais tranquilidade para focar no Brasileiro. Eles têm feito ótimo trabalho e os que estão atrás têm que buscar. É mais do que nossa obrigação encurtar os pontos para o Corinthians. Tropeços vão acontecer de todos. Quem for mais contundente ao longo do ano vai merecer o título”, concluiu o atacante.

Na próxima quarta-feira, o Alvinegro Praiano recebe a Chapecoense, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários