Entretenimento / Música

EDIÇÃO ELETRÔNICA

“Somos subestimadas”: St. Vincent fala das dificuldades de ser mulher na indústria musical

Quarta-Feira, 13/09/2017, 13:40:03 - Atualizado em 13/09/2017, 13:40:03 Ver comentário(s) A- A+

“Somos subestimadas”: St. Vincent fala das dificuldades de ser mulher na indústria musical (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Em entrevista na nova edição da revista Vogue britânica, St. Vincent – também conhecida como Annie Clark – desabafa sobre o que é ser mulher e trabalhar no meio fonográfico.

Clark afirma que suas composições são muitas vezes interpretadas de forma errada devido ao seu gênero. A cantora acredita que as letras são levadas ao pé da letra – como se mulheres cantassem apenas sobre coisas sentimentais.

Eu acho que as pessoas subestimam demais as mulheres – elas acham que nós não temos inteligência… Eu ainda acho que as pessoas têm a tendência de presumir que, se uma mulher está cantando uma canção, então deve ser, literalmente, verdadeira. Acham que tudo precisa ser emocional, um diário, e obviamente este não é o caso.

Ainda falando à publicação, a cantora comenta sobre sexualidade e seu relacionamento passado com a modelo Cara Delevingne. A dupla mantém amizade próxima, mesmo após o término.

Eu me apaixonei por uma pessoa muito famosa. Não é nada que eu tenha vergonha, então eu não teria por que esconder. A cultura moderna, de fato, reconhece a fluidez sexual e de gênero de uma maneira que a ideia de se assumir é… assumir o que? Eu mesma? Qual o problema?

O conforto de St. Vincent ao falar sobre sexualidade se reflete no novo álbum, MASSEDUCTION, que será lançado em 13 de Outubro. A cantora afirmou recentemente que o disco será sobre “sexo, drogas e tristeza”.

Fonte: TMDQA!





Comentários