Entretenimento / Fama

PLANTÃO MÉDICO

Drica Moraes entra em 'Sob Pressão' e afirma que brasileiro está 'desamparado'

Quinta-Feira, 09/05/2019, 21:01:02 - Atualizado em 09/05/2019, 21:01:02 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Drica Moraes entra em 'Sob Pressão' e afirma que brasileiro está 'desamparado' (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Quando foi convidada para entrar no elenco fixo de "Sob Pressão", Drica Moraes, 49, ainda não tinha assistido as duas primeiras temporadas da série, que retrata de forma ficcional a realidade da saúde pública no Brasil. Para tomar a decisão, resolveu ver tudo de um "tiro só". "Chorei uma noite inteira e disse sim."

A atriz estreia no episódio desta quinta-feira (9) do programa. Ela interpreta a médica infectologista Vera, que irá se juntar à equipe comandada por Carolina (Marjorie Estiano) e Evandro (Julio Andrade) no hospital São Tomé Apóstolo.

Para Drica, a sua personagem é "truculenta e sem paciência para as mazelas da saúde". "A Vera se embruteceu pelo contato diário com atrocidades, com injustiças e com arbitrariedades em relação à saúde. É uma pessoa que criou uma segunda pele para sobreviver. Mas ela é uma super médica, super competente, que prioriza o paciente", relata.

Além disso, Vera também guarda um passado misterioso e doloroso, que vai ser revelado ao longo da temporada. "Com o tempo, ela vai se humanizando a partir do contato com os médicos do hospital", diz.

A personagem dela e Carolina vão se tornar grandes amigas em "Sob Pressão". O assunto maternidade será um elo entre as duas. "Vera tem um passado sombrio, que você não sabe se ela tem ou não tem [filho], mas há coisas relacionadas à maternidade na trama", afirma, sem entrar em detalhes. Já Carolina entrará em embate com o marido, Evandro, porque ele quer um filho, e ela não se sente preparada para ser mãe.

Para Drica, participar do programa e contar essas histórias que, em sua maioria, são baseadas na realidade brasileira foi um presente, mas a deixou, em muitos momentos, "bem arrasada". "Ter esse contato com o desamparo do povo, de ficar o dia inteiro vendo as pessoas em situações muito precárias de sobrevivência, que ficam esperando e morrendo nas filas, isso me deixava bem arrasada".

A atriz acrescentou que a vida do brasileiro "está muito dura e perigosa". "A gente está muito desamparado, muito desgovernado". Mãe de Mateus, 9, ela afirma que é preciso ter "criatividade para renovar a fé, diariamente".

Drica, que teve uma leucemia grave em 2010 e se curou após um transplante de medula óssea, contou que a sua experiência com o tratamento da doença a ajudou na interpretação da médica Vera, já que ela passou a conhecer mais desse universo. O fato de ser casada com o médico Fernando Pitanga e de ter irmã e cunhado médicos também contribuiu para a sua atuação. "Eu fui paciente e já tinha um pouco de conhecimento dos termos usados na profissão", revelou.

 

MILÍCIAS

A terceira e última temporada de "Sob Pressão" segue com o objetivo de não só entreter, mas também fazer o público refletir sobre a realidade do país e sobre como a violência urbana afeta a saúde pública.

Desta vez, Carolina e Evandro terão que lidar com as milícias que dominam a região do novo hospital em que trabalham. No episódio desta quinta-feira (9), um caminhão desgovernado atinge o carro do casal na entrada da unidade hospitalar, ainda com os dois dentro do veículo.

Após a colisão, a dupla de médicos identifica que o motorista foi baleado. Enquanto cuidam do paciente, alvo dos milicianos que controlam a comunidade vizinha, Aristeu (César Ferrario), o chefe do bando, faz uma visita a Evandro, que decide redobrar a atenção com o paciente e pede reforço policial na tentativa de protegê-lo. 

"SOB PRESSÃO" - 3ª TEMPORADA

Quando Quintas, às 22h25

Onde Globo   

(Folhapress)





Comentários

Destaques no DOL