Notícias / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Suspeito é preso após atropelar e matar manifestante em marcha antirracismo

Domingo, 13/08/2017, 12:35:03 - Atualizado em 13/08/2017, 19:23:37 Ver comentário(s) A- A+

Suspeito é preso após atropelar e matar manifestante em marcha antirracismo (Foto: Ryan Kelly)
(Foto: Ryan Kelly)

Um homem atropelou várias pessoas no último sábado (13) em uma marcha de manifestantes antirracismo em Charlottesville, na Virgínia. A cidade está sendo palco de conflitos entre esses ativistas e manifestantes nacionalistas brancos, neonazistas e membros da Ku Klux Klans que se reuniram desde a noite de sexta-feira (11) para protestar contra negros, imigrantes, gays e judeus.

Segundo as autoridades, uma mulher de 32 anos morreu no atropelamento. Outras 19 pessoas ficaram feridas --cinco estão em estado crítico. Além dessa morte, um helicóptero da polícia caiu, deixando dois mortos --a polícia investiga as causas e se o caso tem relação direta com o conflito racial.

O motorista suspeito do atropelamento foi preso logo após o crime. Ele foi identificado como James Alex Fields, 20 anos, de Maumee, Ohio, e responderá a acusação de assassinato em segundo grau (intencional, mas não planejado com antecedência). A polícia não divulgou qual teria sido a motivação alegada pelo suspeito para cometer o ataque.

James Alex Fields Jr., acusado de atropelar a multidão. (Foto: reprodução)

Vídeos de testemunhas mostram o momento em que o carro avança sobre manifestantes que marchavam contra os supremacistas brancos. Ele para ao se colidir com outro carro, e o motorista imediatamente dá marcha à ré.

O incidente ocorreu pouco depois de o governador da Virgínia, Terry McAuliffe, ter declarado estado de emergência na cidade e de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter condenado "tudo o que representa o ódio". Mais tarde, Trump condenou a violência oriunda de "vários lados", sem citar especificamente os grupos neonazistas.

(Com informações do UOL)



Conteúdo Relacionado:



Comentários