Entretenimento / Fama

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Ao vivo, apresentadora chama DJ de machista

Segunda-Feira, 27/03/2017, 08:26:01 - Atualizado em 27/03/2017, 08:42:17 Ver comentário(s) A- A+

Ao vivo, apresentadora chama DJ de machista (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A apresentadora Titi Müller, do canal BIS, fez duras críticas ao DJ, produtor e compositor israelense Asaf Borgore, uma das principais atrações do segundo dia do festival de música Lollapalooza, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Ao vivo, chamou Borgore de "machista" e disse que ele é responsável por criar letras "misóginas" e "babacas".

"O Borgore é um dos produtores mais polêmicos da atualidade. Ele nasceu em Israel e foi alçado à fama por vários hits e remixes de sucesso. Mas o lance é que as letras compostas por ele, extremamente machistas, misóginas e babacas, foram ganhando visibilidade e, obviamente, muitas críticas", disse ela, que se define também como "feminista".

"Apesar de compor letras do tipo: 'Aja como vadia / mas antes lave a louça'.... Eu nem sei como interpretar, ele só disse que era um personagem. Querido, na próxima encarnação, então, interprete um personagem melhor", prosseguiu ela, em tom de ironia. Assista:


Ao fim de sua entrada ao vivo, Titi Müller voltou a atacar Borgore. "Eu gostaria de falar que machistas não vão passar nesse canal, mas vai, vai passar no Palco Perry's. É isso aí Borgore, vai que é tua... querido", ironizou.

No Twitter, a apresentadora foi defendida por internautas, e ela mesma decretou a sua posição, sem receio de possíveis críticas. "E falei foi pouco":

 

 

(Com informações do portal UOL)



Leia também:

Comentários