Entretenimento / Fama

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Paraense faz sucesso com vídeos na internet

Sexta-Feira, 29/08/2014, 12:51:48 - Atualizado em 30/08/2014, 09:20:30 Ver comentário(s) A- A+

Paraense faz sucesso com vídeos na internet (Foto: Reprodução/Facebook)
Com olhares e trejeitos marcantes, a jovem vem ganhando grande repercussão na internet. (Foto: Reprodução/Facebook)

Em um ônibus, uma mulher olha algo no celular tenta conter o riso. Em uma empresa, depois do almoço, um funcionário se diverte olhando a tela do computador. Em casa, um adolescente gargalha segurando um tablet. O motivo de tantos risos? Vídeos amadores gravados com celular em uma casa no Conjunto Tapajós, na capital paraense, por uma garota de apenas 17 anos.

Samara Castro, estudante do curso de Jornalismo em uma faculdade particular de Belém, se tornou sensação nas redes sociais nos últimos meses ao postar vídeos humorísticos.

O início foi despretensioso: “Comecei a fazer os vídeos na brincadeira, só para os amigos. Eles gostaram e cada vez pediam mais e mais, até que um dia eu cheguei cansada da faculdade e fiz um vídeo falando sobre o ônibus lotado que eu peguei e o quanto é difícil a vida dos universitários e trabalhadores que dependem do transporte público aqui em Belém. Foi esse vídeo que me fez crescer, porque a partir dos compartilhamentos as pessoas ficaram curiosas em saber quem eu era e começaram a me seguir no Facebook e em outras redes sociais”, relata a jovem, que já possui quase 38 mil seguidores na rede social criada por Mark Zuckerberg.

Sem personagens fixos, mas com linguagem simples e direta, trejeitos e olhares marcantes, em cerca de nove meses a estudante começou a pensar de modo mais profissional no conteúdo que é produzido e veiculado: criou um canal no Youtube, fez uma fanpage e passou a receber convites para participar de programas de TV, desfiles e até mesmo dar palestras em escolas. Essa repercussão repentina, no entanto, não mudou sua rotina. “A única diferença é que agora durmo menos, porque respondo todos as mensagens dos fãs”, explica entre risos.

HUMOR EM TEMPOS DE INTERNET

Samara não é o primeiro caso de sucesso de algum paraense que grava e veícula vídeos na internet. Em 2009, "Leona, a assassina vingativa" ganhou repercussão nacional com os vídeos postados. Canais no Youtube, como o "Youtube com Farinha" passaram a ter maior alcance também, assim como páginas no facebook que destacam com humor situações do cotidiano paraense, como a fanpage "Frases Belém".

Como se vê, com a disponibilidade e rápido fluxo de informações e conteúdos via internet, a cada dia praticamente surge um novo “meme” ou pessoa que, por alguma atividade que chame atenção de alguma forma, ganha vários comartilhamentos nas redes sociais. No entanto, assim como essas pessoas e personagens são projetados, também podem sumir.

Samara, no entanto, não teme ser esquecida ou ver seu repentino sucesso passar com a mesma rapidez que chegou: “acho que as pessoas são esquecidas porque não mantêm o que fazem”, afirma ao dizer que tenta manter a regularidade de postagens e produção dos vídeos.

É a própria estudante que grava, edita e monta as falas das personagens dos vídeos e dos memes que publica nas redes sociais. Foto: Reprodução/ Facebook

Para evitar um possível esquecimento futuro, ela também tenta seguir o acredita ser seus diferenciais: “hoje em dia já faço com um pouco mais de responsabilidade, sem denegrir a imagem de ninguém. Gosto de dizer que o meu humor é limpo e sadio, pois não preciso humilhar ninguém para fazer as pessoa rirem”, destaca.

Apesar do alcance que está tendo, os vídeos da estudante também são alvos de críticas e comentários negativos. O professor Edmilson Queiroz, 53 anos, por exemplo, afirma que “os vídeos são engraçados, bem do cotidiano, mas é uma fórmula que já está aí, não tem nada de novo. Conheci porque um amigo compartilhou. Gosto, assisto no Youtube, mas é mais do mesmo. Acho que uma boa equipe e um bom roteiro podem fazer a diferença”, opina.

CRÍTICA SOCIAL

Além de vídeos de humor, Samara apresenta críticas à atual situação de Belém, como buracos nas ruas e avenidas, condições dos transportes coletivos, entre outras. Em um vídeo publicado em seu canal do Youtube, por exemplo, é possível ver uma sequência de veículos com problemas após passarem por um trecho da avenida Independência.

(Enderson Oliveira/DOL)

Leia também:

Comentários