Entretenimento / Cultura

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Jorge Eiró fala sobre arte na Casa Cor

Domingo, 22/11/2015, 10:57:47 - Atualizado em 22/11/2015, 10:57:47 Ver comentário(s) A- A+

Jorge Eiró fala sobre arte na Casa Cor (Foto: Divulgação)
Arquiteto e artista plástico é o convidado da terceira edição do “Café com Você” (Foto: Divulgação)

A edição deste ano da Casa Cor Pará trouxe para seus 33 ambientes um grande número de obras de arte – de esculturas de madeira a fotografias, e mesmo uma galeria de arte completa. Por isso, o projeto “Café com Você”, do DIÁRIO DO PARÁ, volta à mostra para debater a relação entre “Arquitetura e Obra de Arte”, com o professor, arquiteto e artista plástico Jorge Eiró como convidado especial. O encontro ocorre na próxima terça-feira, 24, às 19h30, aberto ao público e com possibilidade de participação online, com o envio de perguntas através do Dol – Diário Online.

Para Jorge Eiró, “arte e arquitetura são coisas irmãs” e em sua própria vida elas sempre estiveram unidas. Nascido em Belém, sua primeira formação foi em Arquitetura, pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Hoje ele compõe o corpo docente da instituição e leciona também na Universidade da Amazônia (Unama). Mas é conhecido principalmente por sua produção como artista plástico, realizando diversas exposições individuais, entre elas, “Idade Mídia” (1994) e “Cartografias” (2002), e participando também de diversas coletivas nacionais e internacionais.

“A arquitetura, para mim e muitos da minha geração, foi algo fundamental para que eu me tornasse artista plástico. Nos anos de 1970/1980, antes de existir o curso de Artes da UFPA, a arquitetura foi o caminho pelo qual dezenas de jovens daquela época – eu poderia citar de 15 a 20 nomes – tornaram-se artistas plásticos, fotógrafos...”, conta Eiró, sem deixar de citar também que a própria arquitetura, no passado, era tida como “a grande arte”, ao reunir diversos elementos estéticos.

Nesta 5ª edição da Casa Cor no Pará, isso ficou impresso em ambientes como o “Gourmet Social”, que traz uma tela de seis metros da artista plástica Cíntia Ramos, inspirada no primeiro mapa do Brasil com várias araras desenhadas; e na “Taberna do Vinho”, também com uma tela da artista, cujas cores e desenhos parecem celebrar a cultura do vinho em um ambiente predominantemente amadeirado. “Todo bom projeto de arquitetura exige obras de arte. É indispensável”, considera Eiró, autor de teses de mestrado e doutorado que apresentam como tema justamente a formação estética do arquiteto.

E nessa composição, em que se escolhe aonde vai a fotografia em preto e branco, a escultura de madeira, a porcelana, para o arquiteto, “cada peça tem sua autonomia”, sem precisar necessariamente “combinar” com algo. Por isso, algo que tem chamado a atenção de Eiró é a arquitetura agindo de modo inverso – projetando ambientes de forma a abrigar obras de arte. “Tenho amigos colecionadores que fizeram da casa um museu particular, projetada para abrigar as obras que reuniram ao longo da vida”, conta ele, com entusiasmo.

Na Casa Cor também é possível encontrar um exemplo deste revés visitando a citada “Galeria de Arte”, projetada pelos sócios Kenny Nogueira e Talita Leandro para receber mais de 40 peças, entre telas, esculturas e fotos produzidas pelo artista plástico Hércules Jr., nas quais ele mantém a correlação entre anos 1980 e o século 21.

“Nesse caso, o arquiteto projeta um ambiente feito para melhor contemplar o acervo, agregando a isso o lado funcional, o conforto do lugar”, algo que também não pode ser esquecido, diz Eiró.

CAFÉ COM VOCÊ

Esta será a terceira edição do “Café com Você”, projeto pioneiro desenvolvido pelo jornal DIÁRIO DO PARÁ como uma forma de aproximar o leitor do fazer jornalístico. Durante o evento, o público tem a oportunidade de participar da entrevista realizada pela equipe do caderno Você, debater o tema, e conhecer de perto personalidades e artistas envoltos na cena cultural da cidade. As duas primeiras edições foram lançamentos de livros, com a presença de seus autores e personagens.

Desta vez, apresenta ao público o artista plástico Jorge Eiró e oferece um momento para que este compartilhe parte de sua experiência e conhecimento nas áreas de arquitetura e arte.

(Lais Azevedo/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários