"Bregaço no Mormaço’ vai resgatar os hits antigos

Sábado, 18/01/2014, 11:21:26 - Atualizado em 18/01/2014, 11:21:49 5 comentários

Tamanho da fonte: A- A+
(Foto: Divulgação)

Ao pôr do sol, os saudosistas do brega - da natureza que o caracterizou e intitulou como brega - poderão viver a nostalgia das músicas marcantes dos anos de 1970, 80, 90 e início dos 2000. “Não vai tocar treme, vai ser brega. Brega mesmo”, garantem os organizadores do Bregaço do Mormaço. A festa será realizada hoje e, assim como o “Gererê”, não precisa convidar.

Michelle Amadhor, ex- Banda Amazonas, e Luiz Félix Robatto vão cantar Xeiro Verde, Fruto Sensual, Nelsinho Rodrigues, Aninha, Edilson Moreno, Teddy Max, Wanderley Andrade e outros artistas do gênero. “Vai dar para dançar aquele brega agarrado”, garante a cantora. “Vai rolar lambada, cumbia, merengue. Não é só bregaço”, antecipa.

Neste sábado, o Mormaço volta às origens. No começo, o bar era genuinamente brega e depois foi adquirindo o formato atual, de reggae e rock. Na festa, ninguém vai ficar que nem passarinho na gaiola, ou feito gente na prisão. A ideia é recuperar o espaço deixado pelas músicas com letra. “Hoje tá muito treme, muita música sem conteúdo, sem identidade. Naquela época, o público se identificava com a música, hoje não mais”, compara Michelle Amadhor.

O público esperado, além dos assíduos frequentadores do Mormaço, é formado por quem curtiu o brega das décadas de canções sofridas e exageradas e também por quem aderiu à transformação – em andamento – do brega em música cult. Na festa, que começa às 16h, também serão homenageados Reginaldo Rossi e Wando. Não perca. “It’s now or never”.

E por falar em bregas...

“Se a Gang do Eletro fosse regravar um brega marcante, qual ficaria melhor?” é o questionamento feito pelo quarteto em sua página, na rede social Facebook. A pergunta levanta a possibilidade da banda regravar um hit de sucesso do passado, como fez no primeiro disco, com “Una cosa”, de Tony Brasil.

No site oficial, a Gang do Eletro listou 20 músicas para os fãs relembrarem, entre elas, “Don’t cry”, de Marcelo Wall; “Eu voltarei”, hit de Aninha e Nelsinho Rodrigues; “Fazer amor contigo”, de Alberto Moreno; “Problema é seu”, da banda Tanakara e “Está no ar”, do Fruto Sensual.

As canções dispensam apresentação. São daquelas que a gente ouve o nome e já cantarola o refrão. Além de serem marcantes, despertaram no público a expectativa de reviver o passado com uma roupagem atual, com os traços da Gang do Eletro.

‘Bregaço do Mormaço’

Neste sábado, no Mormaço. A partir das 16h.

Ingressos antecipados: R$ 10

Contato: 8179- 6272/ 8193- 8822

PARTICIPE

“Se a Gang do Eletro fosse regravar um brega marcante, qual ficaria melhor?”

Responda em: http://www.gangdoeletro.com.br/20-bregas-marcantes-que-a-gang-do-eletro-poderia-regravar/

(Diário do Pará)

Faça seu comentário. Clique aqui!

5 Comentários

Mais de Cultura

Leia mais notícias de Cultura. Clique aqui!

EDIÇÃO ELETRÔNICA